Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Corrida Por Marcos Paulo Reis Dicas sobre corridas para praticantes do esporte, por Marcos Paulo Reis.

Como evitar problemas comuns que aparecem nos pés dos corredores

Outro dia falei da importância de procurar um ortopedista para fazer uma série de exames importantes, a fim de detectar possíveis problemas anatômicos e posturais. Agora vou abordar outros cuidados no dia a dia. Até porque pés maltratados podem trazer aborrecimentos na hora daquela sua tão desejada corrida. + Seis (bons) motivos para você treinar na […]

Por Marcus Oliveira Atualizado em 26 fev 2017, 21h53 - Publicado em 27 Maio 2014, 16h38
Pés maltratados podem trazer aborrecimentos na hora daquela sua tão desejada corrida. Foto: Reprodução

Pés maltratados podem trazer aborrecimentos na hora daquela sua tão desejada corrida. Foto: Reprodução

Outro dia falei da importância de procurar um ortopedista para fazer uma série de exames importantes, a fim de detectar possíveis problemas anatômicos e posturais. Agora vou abordar outros cuidados no dia a dia. Até porque pés maltratados podem trazer aborrecimentos na hora daquela sua tão desejada corrida.

+ Seis (bons) motivos para você treinar na esteira

Confira os principais males que aparecem nos pés dos corredores:

Chulé: o mau cheiro pode ocorrer devido a higiene inadequada. Lave bem os pés (inclusive entre os dedos) com sabonete bactericida e enxugue muito bem. Finalize com talco antiperspirante.

Continua após a publicidade

Bolhas: surgem devido ao atrito constante do pé com a meia ou o tênis. Por isso, antes de encarar longas distâncias, a dica é aplicar uma pequena quantidade de vaselina nas áreas de maior atrito. Se as bolhas já brotaram, não estoure – sob o risco de provocar mais dor e tornar o ferimento suscetível a infecções. Proteja a área com um pequeno curativo.

Unha encravada: surge quando você corta a unha de forma inadequada, usa calçado apertado e inadequado ao pé ou até por predisposição genética. Diante do problema, o melhor é procurar um podólogo.

Micoses: os tênis costumam ser quentes e provocar umidade e, com o suor, tudo isso pode provocar fissuras entre os dedos, facilitando a instalação de fungos. Para evitar, faça a correta higienização dos pés e dos tênis.

Unha preta: aparece devido aos micro impactos constantes na corrida, que levam a traumas, promovendo o descolamento da unha e levando a formação de hematomas. Para prevenir, use um tênis um número maior. Se a unha já estiver preta e dolorida, um médico poderá fazer uma melhor avaliação e até drenar o sangue acumulado na região. Se não incomodar, só resta esperar que a unha vá crescendo e empurrando o hematoma.

Saiba onde encontrar bons parques para correr na página de Esporte de VEJASAOPAULO.COM

Continua após a publicidade
Publicidade