Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Beleza de Blog Novidades sobre o mundo da beleza

Empresa procura mulheres para testar esmaltes e oferece salário de até 170 mil reais

Você está entediada com seu trabalho atual? Prefere pintar suas próprias unhas? Adora receber brindes? Gostaria de ganhar até 35 mil libras (o equivalente a 170 mil reais)? Se você respondeu sim a todas essas perguntas,  talvez seja a pessoa que a empresa britânica Nailbox, que faz curadoria de esmaltes com entregas mensais por meio […]

Por Jussara Soares Atualizado em 26 fev 2017, 15h59 - Publicado em 14 jun 2015, 18h25

Unhas

Você está entediada com seu trabalho atual? Prefere pintar suas próprias unhas? Adora receber brindes? Gostaria de ganhar até 35 mil libras (o equivalente a 170 mil reais)? Se você respondeu sim a todas essas perguntas,  talvez seja a pessoa que a empresa britânica Nailbox, que faz curadoria de esmaltes com entregas mensais por meio de assinaturas, esteja procurando para trabalhar como testadora de produtos.

+ Os looks dos famosos em festa de aniversário egípcia

Por mês, a funcionária receberá cerca de cinquenta esmaltes e acessórios de manicure para experimentar. Todos os testes deverão ser fotografados e anotados, especificando os pontos positivos e negativos de cada item. O trabalho pode ser feito em casa e em horário flexível (confira todas as regras).

+ Veja famosos que transformaram o visual
+ Pela primeira vez, Johnny Depp é garoto propaganda de marca de perfume

Parece o melhor emprego do mundo, não? Calma! Há algumas exigências que tornam a proposta ainda mais interessante.  A testadora não poderá fazer tarefas que ponham em risco suas unhas, como lavar prato, cuidar do jardim ou ganhar outro trabalho manual.

nailbox

De acordo com o site da marca, as candidatas a este empregão deve ser interessada em beleza e unhas, ter um olhar crítico, estar por dentro das tendências do mundo da moda, ter noções de fotografia e, claro, manter mãos e unhas bem cuidadas!

As inscrições vão até o dia 30 de junho no site da Nailbox. Ao jornal britânico Metro (clique para ler a matéria), a direção da Naibolx avisou.  “É um trabalho para ser feito de casa, mas é um trabalho duro”.

Continua após a publicidade
Publicidade