Clique e assine por apenas 6,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

São Paulo ganhará murais inspirados em Tarsila do Amaral até 2020

Paredões, feitos em laterais de prédios, serão financiados pela segunda edição do edital do Museu de Arte de Rua (MAR)

Por Tatiane de Assis - Atualizado em 5 Feb 2020, 13h39 - Publicado em 19 Nov 2019, 18h33

São Paulo ganhará até janeiro de 2020 mais cinco murais monumentais, pintados em laterais de prédios. Nesse caso, os paredões vão homenagear o legado da pintora paulista Tarsila do Amaral (1886-1973), que ficou conhecida por reunir em suas obras influências de vanguardas europeias, como o cubismo, e elementos de paisagens brasileiras, como as cores rosa e azul claro, tão presentes em sua infância no interior paulista e em cidades mineiras coloniais.

De acordo com informações da secretaria municipal — que por meio da segunda edição do Museu de Arte de Rua (MAR) financia a empreitada batizada de Tarsila Inspira — os murais vão ser produzidos pelas artistas Simone Siss, Laura Guimarães, Mag Magrela, Crica Monteiro, Katia Lombardo e Hanna Lucatelli. O time escolhido traz nomes de diferentes gerações que trabalham em múltiplas linguagens, a exemplo do estêncil, muralismo e história em quadrinhos.

O valor gasto na produção do conjunto de murais deve chegar a 250 000 reais, já que cada uma das obras pode custar até 50 000 reais, orçamento que inclui o pagamento do artista e do produtor responsável, além da contratação da estrutura necessária para se chegar às alturas dos prédios de São Paulo. Apesar da grandiosidade da iniciativa, a secretaria diz ainda não ter definido as construções que receberão as obras.

Publicidade