Mostra de Miguel Rio Branco traz cenas de Rio de Janeiro, Tóquio e Havana

Maldicidade tem dezesseis obras e está em cartaz na galeria Luisa Strina

Uma visita atenta à Galeria Luisa Strina para conferir a mostra Maldicidade, de Miguel Rio Branco, pode render muitos paralelos com o nosso cotidiano. As dezesseis obras e séries, feitas em cidades como Rio de Janeiro, Tóquio e Havana, revelam paisagens degradadas e pessoas atordoadas, companheiras de Rio Branco em seus quarenta anos de carreira. Em um dos primeiros dias de exibição aqui em São Paulo, uma senhora de cabelos grisalhos entrou no espaço para pedir um trocado. Diante da negativa dos presentes, ela avançou para contemplar peças como Sapatos Azuis e Vermelhos (acima.; 2018). O acaso parecia até uma performance crítica, mas era a vida real. “Morei em vários lugares do mundo, é tudo igual, evoluímos muito pouco no combate à desigualdade”, avalia o artista. Galeria Luisa Strina. Rua Padre João Manuel, 755, Cerqueira César, ☎ 3088-2471. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 17h. Grátis. Até 13 de julho.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s