Clique e assine por apenas 5,90/mês
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Exposição on-line põe o corpo masculino em evidência

Mostra conjunta do brasileiro Alair Gomes e do americano Robert Mapple-thorpe está disponível na plataforma Artsy

Por Tatiane de Assis - Atualizado em 4 set 2020, 11h42 - Publicado em 4 set 2020, 06h00

A galeria Fortes D’Alóia & Gabriel leva para a plataforma Artsy uma exposição conjunta do brasileiro Alair Gomes (1921-1992) e do americano Robert Mapple-thorpe (1946-1989). Em 2017, a mostra havia sido montada no espaço da galeriano bairro da Vila Madalena, que foi desativado neste ano. “o foco da exposição ainda é o mesmo. É um olhar para o corpo masculino, de formas bastante distintas, que refletem as diferenças entre as práticas de Gomes e de Mapplethorpe”, afirma Alexandre Gabriel, curador da exibição e sócio da galeria. Acerca das distinções entre os dois artistas, Gabriel assina-la: “os personagens de Mapplethorpe tinham nome e ganhavam projeção ao serem fotografados. Ele lidava com os corpos de forma parecida com o processo escultórico”. Gomes fazia o caminho inverso, pontua o galerista. Formado em engenharia civil, ele não se identificava aos fazer as fotos, relegando também ao anonimato os sujeitos retratados, como o rapaz de Beach Triptych Nº 23 (acima). O conjunto pode ser acessado por meio do link tinyurl.com/y3z4g7wx.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 9 de junho de 2020, edição nº 2703.  

Publicidade