Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

O izakaya chinês da MasterChef Jiang

Terceira colocada na segunda edição do programa, a cozinheira acaba de abrir um restaurante com pratos para partilhar, em Pinheiros

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 22 Maio 2017, 21h41 - Publicado em 22 Maio 2017, 18h08

Não, não foi Leonardo Young o primeiro dos ex-candidatos a MasterChef a abrir um restaurante. O vencedor da terceira edição do reality show culinário para amadores prometeu ser o pioneiro no ramo, mas não vingou. Ele perdeu o título para a terceira colocada da segunda temporada, Jiang Pu.

Uma das sugestões do Chi: clássicos guiozas publicado no livro A Vida e as Receitas de Jiang Ligia Skowronski/Veja SP

Sim, a primeira a se lançar na gastronomia profissional é Jiang. Simpatia pura e dona de um sotaque irresistível, ela deu o pontapé inicial com o Chi Culinária Oriental, na Rua Cônego Eugênio Leite, 448, Pinheiros.  Em funcionamento desde a última sexta (19), a casa está em sistema de soft opening e deve permanecer assim nesta e na próxima semana. “Somos um izakaya [boteco japonês] chinês, asiático”, define Jiang. Isso porque o cardápio tem petiscos e pratos para partilhar e só abre para o jantar.

“A festa de inauguração ainda não está marcada”, diz Jiang. “Primeiro, quero treinar a equipe”. Embora as receitas sejam da ex-MasterChef, que inclusive publicou o livro A Vida e as Receitas de Jiang, pelo selo Comer & Beber, da Editora Abril, quem pilotará o fogão e executará as receitas é o chef Walmir. “Estarei sempre no pré-preparo e fiscalizando os resultados”, conta. Assim, Jiang também terá mais tempo de se dedicar à filha de onze meses, Cecilia, apelidada por ela de Melancia.

Outra receita do livro que estará no izakaya chinês: amendoim com peixinho Ligia Skowronski/Veja SP

Para abrir o negócio, que ocupa o ponto deixando pelo extinto Pimenta Fantasma Spicy Bistrô, Jiang calcula ter investido 400 mil reais em parceria com Marina Yumi Kawamura Takii Minehira, uma ex-colega dos bancos da USP.

Quem passar por lá pode provar sugestões como o amendoim com peixinho e o clássico guioza.

Livro A Vida e As Receitas de Jiang
Receitas asiáticas: livro lançado no fim de 2015 Reprodução/Veja SP

Chi Culinária Oriental fica na Rua Cônego Eugênio Leite, 448, Pinheiros, tel. 3062-7350, e funciona de terça a domingo das 18h às 23h.

A conferir.

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível receber as novidades pelo Twitter.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade