Jorge Mautner – O Filho do Holocausto

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Goste-se ou não da música de Jorge Mautner, de 72 anos, o documentário dirigido a quatro mãos tem o mérito de abordar com transparência a figura do compositor carioca. Jornalista experiente, Pedro Bial escarafunchou o passado do homenageado junto do músico Heitor D’Alincourt. Filho de judeus refugiados no Rio de Janeiro por causa da II Guerra, Mautner lê trechos de seu livro autobiográfico O Filho do Holocausto para retomar lembranças. Entre elas, a infância em São Paulo, a estada em Nova York na década de 60 e o encontro com Gilberto Gil, Caetano Veloso e Maria Helena Guimarães, cicerone da turma exilada em Londres. Com produção múltipla, ele ganhou o prêmio de literatura Jabuti, em 1962, por Deus da Chuva e da Morte. Em meio a fatos curiosos, aparecem canções, como Vampiro e Maracatu Atômico, além de imagens derradeiras do parceiro Nelson Jacobina (1953-2012). Estreou em 1º/02/2013.

    info
  • Direção: Pedro Bial, Heitor D’Alincourt
  • Duração: 93 minutos
  • Recomendação: 10 anos
  • País: Brasil
  • Ano: 2012
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s