Eu vi o Sol Brilhar em toda sua Glória

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Dirceu Alves Jr.

Dramaturgia e direção de João Paulo Lorenzon. Indicado ao Prêmio Shell de melhor ator, Lorenzon inspirou-se no universo e em fragmentos de escritos do argentino Jorge Luis Borges (1899-1986). Em cena aparece um homem perdido, que mistura tempo e espaço, discutindo temas como memória e esquecimento, luz e cegueira, a morte da mulher amada e a dificuldade de seguir a vida. A montagem resulta um tanto restrita. É necessário conhecimento sobre a obra de Borges para mergulhar na proposta. Muitas vezes, a beleza dos textos torna-se complementar ao virtuosismo exibido por Lorenzon. Em outras, entretanto, o exagero desvaloriza a performance. Estreou em 21/05/2012. Até 30/04/2013.

    info
  • Direção: João Paulo Lorenzon
  • Duração: 50 minutos
  • Recomendação: 14 anos
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s