Clique e assine com até 89% de desconto

Dinâmica Não Linear – Héctor Zamora

VejaSP:

Resenha por Julia Flamingo

Em 2009, durante a Bienal de Veneza, quem olhava para cima não via apenas os milhares de pombos que infestam a cidade italiana. O céu foi tomado por um enxame de dirigíveis infláveis, sem que ninguém soubesse quem era o autor da artimanha. Assinada pelo mexicano Héctor Zamora, a performance foi um dos vários happenings, ou acontecimentos malucos, bolados pelo artista desde 2000. Ele já viveu numa estrutura que construiu no topo do Museu de Arte Carrillo Gil, na Cidade do México, e já armou uma floresta feita de paraquedas, no Arizona, nos Estados Unidos. Vídeos, fotos, desenhos e textos dessas e de outras intervenções estão agrupados na mostra Dinâmica Não Linear, no CCBB. Com curadoria de Jacopo Crivelli Visconti, a exposição faz uma retrospectiva de trabalhos que evidenciam temas como a informalidade atual e o trabalho operário. Só não espere ver dirigíveis ou outras grandes instalações por ali — o foco recai sobre a história documentada de cada ação. De 2/11 a 2/1/2017.

    info
  • Ano: 2016
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.