Evento

Vira Cultura: festa entre livros

Em sua segunda edição, o Vira Cultura dobra de tamanho e terá oitenta atrações em 35 horas no Conjunto Nacional

Por: Daniel Nunes Gonçalves - Atualizado em

Vira Cultura - 35 horas de atrações gratuitas
Cena do festival do ano passado: público de mais de 15 000 pessoas (Foto: Veja São Paulo)

Quando foi realizado pela primeira vez, no último fim de semana de novembro do ano passado, o Vira Cultura, sequência de eventos artísticos e de lazer promovida pela Livraria Cultura do Conjunto Nacional, foi um sucesso. Ao longo de 37 horas, quarenta apresentações atraíram mais de 15 000 pessoas- normalmente, passam por ali 7 000 paulistanos aos sábados e domingos . Às 3h30 da madrugada, 500 pessoas cantarolavam numa roda de samba em meio ao cenário de estantes com alguns dos 2,5 milhões de livros do catálogo da loja. Agora, o evento, inspirado na Virada Cultural, cresceu. Das 9 horas do próximo sábado (28) às 20 horas de domingo (29), mais de oitenta atrações gratuitas vão se alternar para um público estimado em 20.000 espectadores. Entre saraus literários e números de teatro e circo, a balada terá performance do Barbatuques, sessão de autógrafos com o músico Arnaldo Baptista, do documentário Loki, e pré-estreia do filme Na timorto, de Paulo Machline.

O festival ocupará quatro das cinco unidades da livraria no Conjunto Na cio nal, incluindo os 166 lugares do Teatro EvaHerz. Haverá atrações ainda no Cine Bombril, na academia Bio Ritmo, nos cor - redores do prédio e na calçada da Ala meda Santos. Ao contrário do que ocorreu noano passado, quando o investimento foi inteiramente bancado pela família Herz, proprietária da rede, desta vez a virada ganhou patrocinadores para arcar com oscustos de produção, que ultrapassam meio milhão de reais. Para dar conta do movimento multiplicado, o número de atendentes no fim de semana vai saltar de 240 para 360. A expectativa é superar o aumento das vendas percebido no evento de 2008, acima de 30%. ' Não queremos apenas comercializar livros, CDs e DVDs ', diz Fabio Herz, diretor comercial da livraria criada por sua avó Eva, em 1947, e que está comemorando cinquenta anos da loja da Paulista. ' Ao oferecer eventos, damos mais oportunidades às pessoas para que venham se entreter e se informar.'

Antes restrita a badalados lançamentos literários e sessões de autógrafos, a programação da rede passou a incluir espetá- 35 HORAS DE DIVERSÃO culos musicais com a inauguração da megastore do Shopping Villa-Lobos, em 2000, que já nasceu com um auditório de 120 lugares. Os shows gratuitos da Traditional Jazz Band às 20 horas das sextasfeiras, por exemplo, viraram uma marca da loja e estão prestes a completar dez anos. Foi com a remodelação da unidade principal da Paulista, em 2007, que a livraria assumiu sua vocação de centro cultural. A localização estratégica contribuiu para que o lugar virasse mais que um ponto de encontro onde se podem folhear livros ou escolher lançamentos do catálogo de 70.000 CDs e DVDs. ' Tínhamos expectativa de aumentar os negócios em 45% com a nova loja, mas fomos surpreendidos com um crescimento de mais de 100% ', conta Fabio. Se o Vira Cultura repetir o agito do ano passado, deve se expandir nos próximos anos para outras unidades

da cidade e do Brasil.

' Vai ser ótimo me apresentar de graça, na minha cidade e em um lugar que sempre frequentei ' diz a cantora Ana Cañas, que mostra o repertório de seu novo CD, Hein?, às 15h30 de sábado, e vai receber o público para autógrafos após o pocket show. A assinatura da atriz e diretora Malu Mader, que correalizou o documentário Contratempo, sobre a Orquestra Villa-Lobinhos, também deve ser disputada. A sessão será às 12h30, pouco depois do concerto dos músicos mirins, na abertura do festival. Outra novidade deste ano é a criação do Espaço Vinil, com exposição de raridades de colecionadores que tocarão seus sets favoritos. E às 23h30 a loja principal sedia um raro encontro dos fã-clubes dos livros sobre Harry Potter e das séries Star Wars, Senhor dos Anéis e Crepúsculo, com direito a simulação de luta de espadas.

■ Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Avenida Paulista, 2073, ☎ 3170-4033, E Consolação. www.viracultura.com.br.

35 HORAS DE DIVERSÃO

Os destaques entre as oitenta atrações do Vira Cultura, das 9h de sábado (28) às 20h de domingo (29)

Autógrafos

■ Malu Mader e Mini Kerti, diretoras do filme Contratempo, lançamento em DVD. Loja principal, sábado, 12h30.

■ Arnaldo Baptista, personagem do documentárioLoki, lançamento em DVD. Loja principal, sábado, 17h30.

■ Lourenço Mutarelli, autor do livro O Natimorto, que deu origem ao filme. Loja principal, domingo, 11h30.

Infantil

■ Teatro de fantoches O Mundo de Zeki, com a Ópera Cômica. Loja das Artes, sábado, 13h.

■ Espetáculo Bichos do Brasil, com a Pia Fraus. Teatro Eva Herz, domingo, 10h.

■ Caldeirão de Histórias, contação com Cia. Colher de Pau. Loja principal, domingo, 15h. Performances

■ Stand-up comedy com as atrizes Nany People e Fafy Siqueira. Teatro Eva Herz, sábado, 13h30.

■ Atividades dos fã-clubes de Harry Potter, Star Wars, Senhor dos Anéis e Crepúsculo. Loja das Artes, sábado, a partir das 23h30.

■ Barbatuques e Cia. Silenciosas + GT’Aime. Loja principal, domingo, 19h. Cinema

■ Contratempo, de Malu Mader e Mini Kerti. Cine Bombril 2, sábado, 10h30.

■ O Natimorto, de Paulo Machline. Cine Bombril 1, domingo, 0h30.

■ Harry Potter e o Enigma do Príncipe, de David Yates. Cine Bombril 1, domingo, 8h.

Bem-estar

■ Aula de ioga com música ao vivo. Bio Ritmo, sábado, 10h30.

■ Aula de Bio Bike com percussão ao vivo. Bio Ritmo, sábado, 14h.

■ Aula de Street Dance com música ao vivo. Bio Ritmo, domingo, 14h30.

Gastronomia

■ Entre estantes e panelas, debate sobre a culinária indígena com o chef Alex Atala, o sociólogo Carlos Dória e a cozinheira Dona Brazi. Teatro Eva Herz, domingo, 17h.

Literatura

■ Sarau Vocabulário, com os escritores Paulo Scott, Chacal, Marcelino Freire, Marcelo Montenegro e convidados.

Teatro Eva Herz, sábado, 20h30.

■ Debate sobre literatura gótica, com a escritora Heloísa Prietto e o teatrólogoRoberto Morettho. Loja das

Artes, sábado, 21h.

■ Bate-papo sobre quadrinhos, com o desenhista André Dahmer e o escritor Joca Reiners Terron. Loja das Artes, domingo, 17h.

Artes visuais

■ Live Painting com os artistas plásticos Titi Freak, Herbert Baglione e Speto. Calçada da Alameda Santos, sábado e domingo, durante todo o dia.

■ Projeção de imagens do Coletivo Laborg na fachada do Conjunto Nacional, na vAvenida Paulista. Sábado, a partir das 19h.

Música

■ Concerto da Orquestra Villa-Lobinhos. Loja principal, sábado, 9h.

■ Pocket show de Ana Cañas. Teatro Eva Herz, sábado, 15h30.

■ Exposição de vinis e toca-discos raros, com discotecagem de vários DJs. Espaço Vinil (acesso pela Alameda Santos), sábado a partir das 16h e domingo das 14h em diante.

Fonte: VEJA SÃO PAULO