Diversão

Video Games Live: quinta edição em São Paulo

Evento terá orquestra que faz show com músicas dos jogos eletrônicos mais famosos do mundo

Por: Catarina Cicarelli - Atualizado em

Video Games Live 2185
A Orquestra Villa-Lobos: apresentação nada parecida com um concerto (Foto: Divulgação)

Desde a invenção do Pong, o primeiro videogame, em 1972, o mundo dos jogos eletrônicos evoluiu de imagens rudimentares e monocromáticas para universos completos em 3D. Em todas essas fases, os sons (hoje, trilhas sonoras) foram fundamentais — e marcantes, como poderá comprovar quem comparecer a um evento que rola na sexta (8), no HSBC Brasil. Trata-se da quinta edição brasileira do Video Games Live. Consiste na execução de músicas que embalaram personagens famosos desse segmento em suas aventuras nas telinhas, caso dos irmãos de ‘Super Mario Bros’. “A plateia ouve a primeira nota e já começa a gritar”, conta Adriano Machado, maestro. Isso mesmo, maestro. As canções serão tocadas pela Orquestra Sinfônica Villa-Lobos, comandada por ele e nesse dia regida pelo italiano Emmanuel Fratianni.

Video Game Live 2185
Concurso: além do repertório de canções de 'Super Mario' e afins, haverá competição de cosplay (Foto: Divulgação)

Não significa, porém, que será uma apresentação formal e contemplativa como as de composições eruditas. Sincronizadas com imagens dos games exibidas num telão, as músicas são acompanhadas por luzes e efeitos pirotécnicos. “Parece show do Guns n’ Roses. O pessoal grita, sobe nas mesas... É uma loucura!”, relata Sergio Murillo Carvalho, um dos sócios da produtora carioca Conexão Cultural, responsável por trazer o evento para o Brasil — criado nos Estados Unidos, em 2005, hoje ele acontece também na Inglaterra, na França e na Coreia do Sul. Além da orquestra, haverá performance do pianista chinês Martin Leung, que ficou famoso graças a um vídeo, postado na internet, em que tocava a trilha de ‘Mario’ de olhos vendados.

Antes da apresentação das trilhas, o público poderá se esbaldar numa área com diversos videogames, liberados para quem quiser se divertir. Um concurso de ‘Guitar Hero’, jogo no qual as canções são tocadas em instrumentos de brinquedo, elegerá o melhor ‘músico’, que durante o show subirá ao palco com a orquestra. Outra competição será a de cosplay, em que a moçada se fantasia de seus personagens preferidos. Tudo sob os olhares de um dos criadores do evento, o compositor americano Tommy Tallarico, convidado especial desta edição. Queríamos provar ao mundo que videogames se tornaram importantes cultural e artisticamente”, afirma ele.

Fonte: VEJA SÃO PAULO