Cidade

Velório de Umberto Magnani sofre atrasos devido a manifestações

Na última segunda (25), ator teve um AVC durante as gravações da novela O Velho Chico e estava internado em hospital no Rio

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

magnani
O ator Umberto Magnani: vítima de AVC (Foto: Reprodução)

O velório do ator Umberto Magnani, marcado para esta quinta-feira (28), no Teatro de Arena Eugênio Kusnet, na República, sofreu atrasos devido as manifestações que estão ocorrendo em São Paulo. Magnani morreu, nesta quarta (27), aos 75 anos. Na última segunda (25), ele passou mal e sofreu um AVC durante as gravações da novela Velho Chico.

Segundo um funcionário do teatro, a cerimônia estava marcada para o começo do dia, por volta das 6 da manhã. Foi adiado para às 7 horas, depois às 8 horas e agora está previsto para ocorrer por volta das 10 horas. Alguns membros da família do ator já chegaram ao local.

Um dos motivos do atraso, segundo ele,  teria sido os protestos que ocorrem na manhã desta quinta-feira (28) que bloquearam diversas vias na cidade.  Ao site Ego, a prima do ator, Maria Cecília, confirmou a informação e disse que “está difícil chegar em São Paulo”. Devido ao atraso, o sepultamento no Cemitério Municipal de Santa Cruz do Rio Pardo, previsto para hoje, só deve ocorrer na sexta (29).

+ Cerimonialista relata ação de quadrilha especializada em furtos na saída da SPFW

Na manhã desta quinta, manifestantes contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff bloquearam o trânsito em oito estados e no Distrito Federal. Entre eles, em São Paulo, a Avenida Giovanni Gronchi, no Morumbi, o sentido centro da Ponte do Socorro, em Santo Amaro e a Rodovia Anchieta, no quilômetro 23, sentido capital.

Um grupo de manifestantes também interditou a pista local da Marginal Tietê, no sentido Ayrton Senna, próximo ao Sambódromo. Eles bloquearam todas as faixas ateando fogo em pneus e pedaços de madeira. 

(com Estadão Conteúdo)

+ Confira as últimas notícias 

Fonte: VEJA SÃO PAULO