Cidade

Taxistas protestam contra o Uber na frente da prefeitura

Vereador Adilson Amadeu (PTB) convocou manifestação após a gestão Fernando Haddad se mobilizar para colocar em pauta uma nova proposta de regulamentação do serviço

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

taxistas-protesto-uber-prefeitura-fim de ano
Taxistas protestam em frente à Prefeitura de São Paulo nesta segunda-feira (29) (Foto: Fábio Vieira/Folhapress)

Um grupo de taxistas protesta em frente à Prefeitura de São Paulo na manhã desta terça-feira (29) contra a regulamentação do Uber.

+ Quem é Natalício Bezerra Silva, líder dos taxistas e inimigo do Uber

Segundo o vereador Salomão Pereira (PSDB), ex-taxista que apoia a classe na Câmara Municipal, a manifestação foi convocada pelo vereador Adilson Amadeu (PTB), que chamou entre 500 a 1000 profissionais ao local. De acordo com a Polícia Militar, o ato começou às 9h20 e ainda não há estimativa de quantos veículos estejam na área.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os taxistas ocupavam até às 11h30 duas das três faixas do Viaduto do Chá e todas as duas faixas da Rua Líbero Badaró com a Avenida São João. Não há congestionamento no local devido ao período de final de ano, quando há pouco tráfego na cidade.

+ Um terço dos motoristas do Uber procurou o app após demissão

A gestão Fernando Haddad deve colocar em consulta pública nesta terça (29) no site da prefeitura uma proposta de regulação de novos modelos de negócios de aplicativos que conectam motoristas e passageiros, como o Uber. Os profissionais poderão se regularizar mediante pagamento à prefeitura de uma taxa de autorização, que será calculada de acordo com cada viagem.

+ Vereadores aprovam lei que libera Uber

A prefeitura já havia anunciado em outubro um novo sistema batizado de "Táxi Preto", inspirado no Uber, com carros de alto padrão solicitados via aplicativo. Mas o Uber discordou da proposta dizendo não se enquadrar. O serviço continua operando por aqui, mesmo sem autorização. 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO