Negócios

Estúdios de tatuagem diversificam seus serviços para ampliar clientela

O Led’s Tattoo, por exemplo, inaugurou um spa nos fundos de seu salão principal com banheira de hidromassagem e decoração oriental

Por: Flora Monteiro - Atualizado em

Tatuagem Led's 2265
Sérgio e Valéria Maciel: o tradicional Led’s Tattoo conta agora com um spa (Foto: Fernando Moraes)

Criado há trinta anos no Brooklin, o Led’s Tattoo é um dos estúdios de tatuagem mais requisitados da capital. Cerca de 150 clientes passam por semana pelo sobrado de 800 metros quadrados em Moema, onde o serviço funciona desde 2000. Mas a fama amealhada nas últimas três décadas não é mais o único artifício a garantir o sucesso do empreendimento. “Para manter a casa cheia, é cada vez mais necessário fugir do lugar comum”, afirma Sérgio Maciel, o proprietário. Foi com esse objetivo que sua mulher, Valéria, inaugurou um spa no mesmo endereço em março.

O novo ambiente, instalado nos fundos do salão principal, tem banheira de hidromassagem, decoração oriental e arranjos florais — visual que contrasta bastante com os cômodos amplos repletos de gravuras e fotos destinados à aplicação dos desenhos permanentes e de piercings. São oferecidos cerca de quarenta tratamentos faciais e corporais, como drenagem, massagem com pedras quentes, reiki, limpeza de pele e banho energizante, com preços que variam de 42 a 1.750 reais (uma tatuagem ali custa a partir de 150 reais). “Vamos atrair clientes com um perfil diferente e ainda agradar aos habitués”, diz Valéria.

+ Queridinho de famosos abre estúdio de tatuagem na Oscar Freire

+ Guia da tatuagem

+ Corte de cabelo e tatuagem no mesmo espaço

Para conquistarem um lugar ao sol entre a concorrência crescente — o número de estúdios triplicou na capital nos últimos dez anos, chegando a 3.000 —, outros estabelecimentos também estão fugindo das tradicionais salas apertadas e escuras. Hoje oferecem mais do que a simples tatuagem. “É preciso criar diferenciais e um estilo próprio para chamar a atenção do público e ganhar espaço no mercado”, explica Carlos Ferrari, dono do Scorpions, na Vila Mariana, e ex-presidente do Sindicato dos Estúdios de Tatuagem e Body Piercing do Brasil, atualmente inativo.

Inaugurado em fevereiro de 2011, o Soul Tattoo, em Pinheiros, é um dos que decidiram inovar: instalado em uma casa de três andares com decoração clean, agregou uma galeria de arte e um café para aumentar o movimento e proporcionar mais conforto aos clientes. “As exposições que realizamos ajudam a superar um pouco o estigma de que nosso ramo é sinônimo de rebeldia”, acredita Patrícia Martins, que mantém o estabelecimento com o marido, Paulo Affonso. Já o Espaço Ã, na Vila Madalena, abriu as portas há dois anos e, desde então, funciona como dublê de loja — vende roupas, tênis, mochilas, sprays para grafite e artigos de tabacaria — e sala de tatuagem. A combinação deu certo e em dezembro foi aberta uma filial no Ipiranga. “Lá ainda não temos o estúdio, mas ele será criado em breve”, diz o dono, Flávio Giannotti.

Tatuagem Analogic 2265
Maria Fernanda e Arthur de Camargo, no Analogic: uma mesa de centro decorada pode ser vendida por até 5.000 reais (Foto: Fernando Moraes)

O leque de novidades não termina aí. Em julho passado, nos Jardins, o casal Maria Fernanda Brum e Arthur de Camargo fundou o Analogic, com a proposta de tatuar não só o corpo, mas também móveis, telas e paredes. “A ideia de levar nossos desenhos para a decoração ganhou força após o sucesso da linha que desenvolvemos para a loja de design Micasa, no Jardim América, há três anos”, conta Fernanda. “Percebemos que, unindo os dois trabalhos, teríamos a possibilidade de conquistar um público mais variado e criar nossa marca”, completa. A recepção positiva dos clientes permitiu a abertura, em janeiro, de outro estúdio, exatamente em frente ao pioneiro.

Nos dois estabelecimentos da Rua Augusta — que mais se assemelham a um transado ateliê —, os artistas demonstram seu talento de designers no 1º andar e de tatuadores no 2º. Uma mesa de centro, por exemplo, custa entre 2.500 e 5.000 reais. O cabeleireiro Mauro Freire, a estilista Adriana Barra e a socialite Val Marchiori são alguns dos frequentadores do local. “Queremos que as pessoas reconheçam nossos traços”, diz Camargo. “Não reproduzo desenhos prontos. A obra é minha. Se eu não concordar com o pedido, não faço.” A mesma exclusividade é aplicada nas peças de mobiliário e nas pinturas. O trabalho é realizado sob encomenda e só sai do papel com a aprovação da dupla.

Tatuagem Espaço à 2265
Espaço Ã, na Vila Madalena: venda de roupas, mochilas, tênis e sprays de tinta (Foto: Mario Rodrigues)

Analogic

Rua Augusta, 2.633, salas 9 e 20, Jardim Paulista, tel.: 4119-7870.

Espaço Ã

Rua Purpurina, 207, Vila Madalena, tel.: 3031-8018.

Led’s Tattoo

Avenida Ibirapuera, 3.478, Moema, tel.: 5532-0293.

Scorpions Tattoo

Rua Vergueiro, 2.507, Vila Mariana, tel.: 5084-0056.

Soul Tattoo Art e Café

Rua Oscar Freire, 2.203, Pinheiros, tel.: 3071-2316.

Fonte: VEJA SÃO PAULO