Solidariedade

Maître do ICI Bistrô ajuda crianças e adolescentes do Capão Redondo

Associação criada por ele transforma jovens carentes em atletas das piscinas

Por: Nathalia Zaccaro - Atualizado em

Projeto Talentos do Capão 2227
Alunos na represa: material doado por clientes do ICI Bistrô (Foto: Cida Souza)
Alguns clientes do ICI Bistrô, em Higienópolis, sabem que a melhor maneira de agradar ao maître Valdeci Gomes não é necessariamente abrindo a carteira para dar uma boa gorjeta. Em vez disso, de tempos em tempos eles costumam presenteá-lo com agasalhos esportivos, óculos e maiôs de natação, entre outras peças do gênero. “Gosto muito do que ele faz e estou sempre disposto a ajudar”, afirma um dos habitués da casa, o advogado Flávio Luiz Yarshell. As doações alimentam o projeto social Talentos do Capão, uma associação criada no fim do ano passado por Valdeci no bairro da Zona Sul para transformar jovens carentes em atletas das piscinas. + Projeto Aria Social apresenta “Lua Cambará”+ ONGs que dedicam tempo e carinho a adolescentes carentes de São Paulo O clube reúne atualmente 52 crianças e adolescentes entre 8 e 17 anos, que treinam semanalmente na piscina do CEU da região ou nas águas da Represa de Guarapiranga. Tanto o material utilizado quanto o capital para manter a estrutura necessária ao trabalho (cerca de 8.000 reais por mês) vêm dos frequentadores do restaurante. “Devo tudo a eles”, agradece o maître, que trabalha há nove anos no endereço especializado em culinária francesa. Cida Souza
Projeto Talentos do Capão 2227 - Valdeci Gomes
Valdeci: batalha pela equipe do bairro (Foto: Cida Souza)
Valdeci: batalha pela equipe do bairro A história começou quando seu filho Vinicius, de 11 anos, ficou inconsolável com o fechamento das portas do clube onde ele e outros garotos praticavam natação, no Capão Redondo. Para não deixá-los na mão, Valdeci se uniu a dois professores e partiu em busca de recursos e de um local para a equipe se manter em atividade. Com o apoio dos patrões, acabou encontrando entre a freguesia do ICI Bistrô alguns dos mais entusiasmados patrocinadores da iniciativa. “O projeto é muito bom e aqui ele tem liberdade para divulgá-lo e conseguir ajuda”, afirma o chef Benny Novak, um dos sócios do estabelecimento. + Xaveco Virtual: nossa ferramenta para paquerar no Twitter A especialidade da Talentos do Capão está em preparar atletas para competições em águas abertas. No momento, a equipe está em primeiro lugar no ranking estadual de Maratonas Aquáticas na categoria curta (1 quilômetro de distância). “Apesar da pouca infraestrutura que eles têm, os resultados são ótimos”, diz Simone Ramos, organizadora de provas em Santos. “Com um pouco mais de investimento, a garotada vai longe.” Valdeci sabe disso e tira do empenho dos pupilos o combustível para prosseguir no trabalho social. “Manter o negócio é uma batalha, mas o entusiasmo da garotada compensa a encrenca”, orgulha-se.OS TALENTOS DA ZONA SUL Perfil, estrutura e conquistas do time Equipe 52 jovens entre 8 e 17 anos Estrutura de apoio Dois professores de educação física e um bombeiro para garantir a segurança Resultado O primeiro lugar por equipes no ranking estadual da competição Maratonas Aquáticas na categoria curta (1 quilômetro de distância) Como doar talentosdocapaonatacao@ig.com.br

Fonte: VEJA SÃO PAULO