Bons modos

Spa Week: para não fazer feio

Dicas de etiqueta que podem tornar sua visita a um spa (ainda) mais agradável

Por: Bruna Gomes - Atualizado em

Massagem spa week
Nada de perfume e maquiagem são duas das dicas para não fazer feio quando for a um spa (Foto: Divulgação)

Telefone antes

Aparecer sem marcar é pedir para dar com a cara na porta: todo spa trabalha com horários pré-agendados. Surgiu um imprevisto? Avise logo — há lugares que cobram por cancelamentos em cima da hora.

+ Spa Week: bem-estar que cabe no bolso

+ Veja as mais de 40 casas participantes

Ser pontual não basta

É melhor chegar quinze minutos antes da hora marcada. Dá para aproveitar a sauna e outras dependências ou tomar uma ducha — lembre-se: você ficará com pouca roupa na frente de um estranho.

Batom, e olhe lá

Nada de perfume nem maquiagem, com exceção de batom. Hidratante é permitido apenas se o tratamento não for facial. Quanto às roupas, escolha peças confortáveis e neutras.

Shhhhh!

Reparou que os funcionários falam baixinho, quase cochichando? A ideia é essa mesmo. Logo, nada de salto alto, colares e pulseiras barulhentos — o toc-toc e o bling-bling vão incomodar alguém.

Não puxe papo

Em geral, quem vai a uma dessas clínicas quer sossego, por isso evite conversas alongadas. Cumprimente, e olhe lá. Desse jeito, tanto você quanto a outra cliente aproveitarão ao máximo a terapia.

Dar gorjeta ou não?

É simpático, mas não obrigatório. Cai bem se você teve ótimo atendimento. Caso opte por contribuir com algum dinheiro, o ideal seria o equivalente a até 15% do valor da conta.

Fontes: Claudia Matarazzo, consultora de etiqueta; Associação Brasileira de Clínicas e Spas

Fonte: VEJA SÃO PAULO