Crise Hídrica

Após queda, Sistema Cantareira mantém nível estável nos reservatórios

Nível do manancial segue em 19,9%, considerando as duas cotas do volume morto

Por: Estadão Conteúdo - Atualizado em

Cantareira
Represa de Atibainha, que integra o Sistema Cantareira (Foto: Luis Moura/Folhapress)

O nível do Sistema Cantareira, principal manancial que abastece a cidade de São Paulo, manteve-se estável neste domingo (28). O nível de água nos reservatórios do sistema permaneceu em 19,9%, de acordo com informações divulgadas pelo site da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O cálculo já considera duas cotas de volume morto, de 182,5 bilhões de litros de água e de 105 bilhões de litros, adicionadas em 2014, no auge da crise hídrica.

No sábado (27), o sistema Cantareira teve queda de 0,1 ponto porcentual, quebrando uma sequência de dois dias de estabilidade. 

Outros mananciais

O sistema Guarapiranga manteve-se estável, registrando o nível de capacidade de 75,2%. O Sistema Alto Tietê também ficou estável, com 28,8%, e o Alto Cotia recuou 0,2 ponto porcentual, de 64,1% para 63,9%.

O nível de armazenamento do Sistema Rio Claro subiu 0,1 ponto porcentual de ontem para hoje, passando de 71,4% para 71,5%. Já o Sistema Rio Grande recuou em 0,3 ponto porcentual, de 92,7% para 92,4%.

Fonte: Estadão Conteúdo