Evento

Semana Viver Design em São Paulo e a Semana de Moda e Cultura agitam a cidade

Os eventos ocorrem simultaneamente e movimentam o calendário cultural paulistano

Por: Giovana Romani - Atualizado em

Dois eventos simultâneos prometem mexer com a rotina de profissionais da moda e do design e de interessados no assunto. Nesta segunda (3), um seminário internacional com 27 debatedores e 600 espectadores marcará o início da semana Viver Design em São Paulo, promovida pela prefeitura. Até o dia 9 serão realizadas discussões sobre moda, urbanismo, design de produtos e design gráfico, além de exposições no Museu da Casa Brasileira, no Museu Brasileiro da Escultura, no Conjunto Nacional e em estações de trem e metrô. "Queremos inserir a cidade no cenário mundial do design, ao lado de Londres e Milão", afirma o secretário adjunto de Relações Internacionais, Flavio Goldman. A quinta edição da Semana de Moda e Cultura, que ocorre nos mesmos dias, é a outra responsável pela agitação da temporada. Promovida pela Livraria Cultura, traz palestras de bambambãs como Paulo Borges, diretor da São Paulo Fashion Week, e o estilista Alexandre Herchcovitch. Os convidados traçarão um panorama da indústria da moda e, claro, contarão um pouco sobre seus sucessos e percalços.

Dentro da Viver Design em São Paulo, os usuários do metrô e de trens metropolitanos vão deparar com manequins trajando peças exclusivas criadas por dezoito estilistas. Cada roupa estará acompanhada de moldes para quem quiser copiá-la. "Fiquei encantada com a idéia de democratizar nossas criações", diz a estilista e ilustradora Catarina Gushiken, da recém-lançada grife Urussai. Ela desenhou um vestido de um ombro só, confeccionado com seda mista estampada. Se estivesse à venda, a peça custaria cerca de 480 reais. "Fica mais barata se a seda for substituída por tricoline, por exemplo", diz Catarina. Na Estação Clínicas do metrô, o destaque não é a moda, mas os painéis supercoloridos do designer egípcio Karim Rashid, atualmente com uma exposição de sessenta peças no Instituto Tomie Ohtake. A instalação Ikons enfeita uma parede do espaço até o dia 30. Uma terceira mostra, batizada de Um Cartaz para São Paulo, apresenta a visão da capital através do traço de dezenove artistas, como Guto Lacaz, Chico Homem de Melo e Ricardo Leite.

A semana realizada na Livraria Cultura do Conjunto Nacional tem um caráter mais prático. É voltada, principalmente, para estudantes de moda. "As pesquisas e experiências dos grandes nomes ajudam na formação dos novos criadores", afirma Gil Torres, coordenador de eventos da livraria. A expectativa é que 1 000 pessoas por dia passem pela loja. Até os minifashionistas terão vez na oficina de produção de roupinhas de boneca, programada para o dia 8. Só neste ano, 214 títulos foram incorporados ao já rechonchudo acervo de 2 000 livros sobre moda da Livraria Cultura - sem contar as 2 600 obras relacionadas ao design. A concorrente Livraria da Vila, que também promove um ciclo de palestras inserido na programação da prefeitura, tem 15 000 títulos sobre arte, moda e design. Alguns estarão com 10% de desconto durante esta temporada.

Viver Design em São Paulo. Informações, ( 3113-8547. www.viverdesignsp.com.br. Semana de Arte e Design. Livraria da Vila. Shopping Cidade Jardim, ( 3755-5811. www.livrariadavila.com.br.

Semana de Moda e Cultura. Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Avenida Paulista, 2073, ( 3170-4033. www.livrariacultura.com.br.

Fonte: VEJA SÃO PAULO