Shows

São Paulo recebe shows de Rod Stewart, Ozzy Osbourne e Rita Lee

Tiozinhos do rock cativam fãs de todas as idades em quatro apresentações

Por: Pedro Ivo Dubra - Atualizado em

São Paulo se transforma nesta semana num templo do rock das antigas. Os sacerdotes, por assim dizer, são Rod Stewart, Ozzy Osbourne e Rita Lee, que arrastam seus contemporâneos (além dos filhos e netos deles) para shows no Parque Antártica e no HSBC Brasil. Somadas as idades, o trio acumula 182 anos de vida. Em comum, a atitude roqueira e trajetórias que remontam à década de 60. Com abertura do quarentão paulistano Nando Reis, Rod Stewart realiza concerto no estádio do Palmeiras na sexta (4). O cantor e compositor londrino safra 1945 faz uma linha mais clássica do gênero. Acompanhado por uma banda de doze músicos, ele mostra hits da carreira, caso de Da Ya Think I’m Sexy?, e canções do último álbum, Still the Same... Great Rock Classics of Our Time (2006). Nele, Stewart volta-se a hinos como Have You Ever Seen The Rain?, do Creedence Clearwater Revival. O artista andava decadente até o projeto de quatro discos The Great American Songbook, iniciado em 2002, no qual passeou como crooner por standards do cancioneiro americano. Foram postos à venda 26?000 ingressos – até a última terça, havia quase metade deles disponível. No gramado, só cadeiras, sinal de uma vocação mais comportada do show.

Já o metaleiro Ozzy Osbourne retorna ao Brasil após quase treze anos com uma pegada mais agitada. Nesse intervalo, incrementou a imagem de celebridade com o reality show The Osbournes, no qual era retratada a sua peculiar família. Muita gente em pé na pista – 55% dos 36 000 ingressos ficam nesse espaço – é esperada para conferir no sábado (5) o inglês, que entra para o time dos sessentões em dezembro próximo. Reza a lenda que esta será a última turnê do astro, célebre no passado por ter arrancado a cabeça de um morcego a dentadas (!!!) durante uma apresentação. Hoje Ozzy anda mais calmo (no camarim, haverá leite de soja em vez de álcool), mas não menos performático. Ao lado de cinco músicos, ele entrega no Parque Antártica o repertório do último álbum, Black Rain (2007). Também deve sobrar espaço para outras épocas, incluindo faixas do seu antigo grupo Black Sabbath.

Abrem a noite o quarteto de heavy metal Black Label Society, do guitarrista Zakk Wylde, e a banda de nu metal Korn, ambos surgidos nos anos 90. Até a última terça, restavam 9 000 ingressos. "Artistas mais velhos como Rod Stewart e Ozzy Osbourne se reinventaram e pegam duas, três gerações. Gente nova, com um ou dois discos, não consegue encher um estádio", diz Alexandre Faria, diretor da área de shows da Time For Fun, empresa que traz os gringos ao país. "Rod e Ozzy têm hits para duas horas."

Nos mesmos dois dias de Rod e Ozzy, Rita Lee ocupa o palco do HSBC Brasil, novo nome do Tom Brasil Nações Unidas. Aos 60 anos, a cantora e compositora exibe a turnê PicNic, cuja estréia ocorreu no Rio de Janeiro. Sem CD recém-lançado na praça a amparar a temporada, ela visita alguns de seus clássicos (Ovelha Negra, Lança-Perfume e Agora Só Falta Você...) em meio a projeções de vídeo. Entre os sete músicos estão o marido, Roberto de Carvalho, e o filho Beto Lee. Num dos números, a ex-mutante volta a interpretar O Bode e a Cabra, versão de Renato e Seus Blue Caps para I Want to Hold Your Hand, dos Beatles. Irreverente, porta um chapeuzinho de cangaceiro na cabeça e um triângulo na mão. Mais um sinal de que os sessentões do rock ainda têm fôlego para se reinventar e mandar bem no palco.

Os sessentões em cena

ROD STEWART. 14 anos. Parque Antártica (26 000 pessoas). Rua Turiaçu, 1840, Água Branca. Informações, 6846-6000. Sexta (4), 22h30 (Nando Reis: 21h). R$ 140,00 (arquibancada) a R$ 700,00 (vip premium). Bilheteria (exceto em dias de jogos de futebol): 10h/18h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex.). Cc.: todos. Cd.: R e V. TM. Os portões abrem às 18h.

OZZY OSBOURNE. 14 anos. Parque Antártica (36 000 pessoas). Informações, 6846-6000. Sábado (5), 22h30 (Black Label Society: 19h30; Korn: 20h45). R$ 140,00 (arquibancada) a R$ 300,00 (pista vip). Bilheteria (exceto em dias de jogos de futebol): 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 10h (sáb.). Cc.: todos. Cd.: R e V. TM. Os portões abrem às 16h30.

RITA LEE. 14 anos. HSBC Brasil (1 800 lugares). Rua Bragança Paulista, 1281, Chácara Santo Antônio, 4003-1212. Sexta (4) e sábado (5), 22h. R$ 60,00 (setor 3) a R$ 150,00 (camarote). Bilheteria: 12h/22h (seg. a qui.); a partir das 12h (sex. e sáb.). Cc.: todos. Cd.: todos. IR. Estac. c/manobr. (R$ 20,00).

Fonte: VEJA SÃO PAULO