Exposições

Retratos em São Paulo

Conheça três mostras que exibem imagens de diferentes épocas

Por: Taís Hirata - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Desde as telas do século XII até os desenhos abstratos contemporâneos, o retrato se mostrou um instrumento artístico essencial na representação e autorrepresentação artística de personagens da história e do cotidiano. Confira três exposições que perpassam diferentes momentos do retrato.

“Retratos

Pedro Almodóvar, Woody Allen, Carla Bruni e Oscar Niemeyer são alguns dos personagens retratados pelo fotógrafo Ludovic Carème em “Retratos”. Impressas em 60 x 60 centímetros, as 20 imagens que compõem a exposição estão na Galeria Imago.

+ Dez exposições que não dá para perder

De acordo com Ludovic, as fotografias foram tiradas ao longo de treze anos. Algumas foram feitas a pedido dos retratados e outras, encomendadas pela imprensa. O fotógrafo parisiense iniciou sua carreira em 1992 e atualmente vive no Brasil. Ele colabora com diversas publicações brasileiras e internacionais. 

“Olhar e ser visto: retratos e auto-retratos”

A exposição faz parte do acervo permanente do MASP e traz cerca de 80 obras. Os retratos, que são exibidos de forma rotativa, datam dos séculos XVI ao XX, com autores como Renoir, Van Gogh, Picasso, Goya, Rembrandt, Toulouse-Lautrec, Manet, entre outros. A mostra conta ainda um pouco sobre a história desse importante gênero das artes visuais.

“Interlude for a Selfportrait”

A mostra procura abordar questões sobre a identidade sexual, cultural e racial da artista brasileira Wilma Kun. Um autorretrato, inclusive, remete ao próprio processo de construção e autopercepção da artista.

+ Modernismos no Brasil: excelente recorte na coleção do MAC-USP

A trajetória de Wilma, que nasceu em São Paulo mas vive entre Itália e Holanda há 20 anos, também está presente em retratos de sua vida e de sua família.

Fonte: VEJA SÃO PAULO