Televisão

Repórter do CQC leva soco durante reportagem

"Está doendo até agora, mas foi por uma boa causa", disse o repórter agredido por arquiteto que apoia a chacina de Osasco

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

“Demorou para acontecer, mas aconteceu. Acabei de apanhar de um hater [pessoas que disseminam o ódio na internet]”, declarou Lucas Salles, repórter do CQC, em seu Twitter nesta sexta (4). Ele conversava com um arquiteto em Caieiras, na Grande São Paulo. O entrevistado defendeu em rede social a ação que resultou na morte de dezenove pessoas em Osasco, em meados de agosto. “Bandido bom é bandido morto”, escreveu.

+ Família diz que viu pela tv morador de rua ser morto na Sé

“Você não acredita que um bandido possa ser recuperado?”, perguntou o repórter. O entrevistado disse que não. “Eu, por exemplo, achava que você melhoraria depois dessa conversa, mas pelo jeito, não”, retrucou Salles. Em seguida, ele recebeu um soco e uma cabeçada.

+ As principais notícias da cidade

Salles foi levado ao hospital Santa Paula, no início da noite de ontem (4). Ele teve apenas um inchaço, não sofreu nenhuma lesão grave e recebeu alta logo após o atendimento.

"Infelizmente as pessoas não querem mais conversar e odeiam quando são contrariadas. Vivemos a era do 'cala a porra da boca ou eu te meto a porrada'. Felizes aqueles que habitavam esse planeta antes do ser humano existir. Tá doendo até agora mas foi por uma boa causa", escreveu em seu Facebook.

A agressão foi registrada pelas câmeras da Band e será exibida no CQC desta segunda-feira (7).

Veja o vídeo da matéria com a agressão:

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO