COMIDINHAS

Provamos os sanduíches de 55 e de 42 reais da Sanduweek

Os dois lanches mais caros do festival são o de lagosta, do Brado, e o de kobe beef, servido no Jet Lag Pub

Por: Saulo Yassuda - Atualizado em

Jet Lag - sanduweek
Sanduíche de kobe beef servido no Jet Lag Pub durante a Sanduweek (Foto: Saulo Yassuda)

Durante a segunda edição do festival Sanduweek, que se estende até o dia 23 de fevereiro em São Paulo, 35 estabelecimentos preparam duas receitas exclusivas de sanduíche cada um. Obrigatoriamente, um dos sandubas deve custar 15 reais (a versão chamada de street food). O outro não tem limite de preço.

 

O valor mais alto cobrado é de 55 reais, pelo bar Jet Lag Pub, nos Jardins. O lanche é feita com o caro e nobre kobe beef (extraído do gado wagyu). Outra receita de preço elevado é o sanduba de lagosta sugerido pelo restaurante Brado, em Pinheiros. Custa 42 reais.

Se valem quanto cobram?  A reportagem de VEJA SÃO PAULO foi aos dois endereço e comeu os sanduíches. Confira abaixo o resultado.

► JET LAG PUB - 55 reais

O sanduíche: ciabatta recheada de filé de miolo de alcatra de kobe beef com cogumelo shiitake, queijo emmental e molho oriental

Avaliação: bom para comer com as mãos, o sanduíche mais parecia um churrasquinho de padoca chique. O cardápio diz ciabatta, mas o que veio à mesa lembrava uma baguete (bem fresquinha e crocante, pelo menos). Estava recheada de uma quantidade generosa de fatias de kobe beef, bem macias. Apesar de gostosos, os cogumelos shiitake refogados e o queijo emmental derretido acabaram apagando o sabor da nobre carne. 

Conclusão:  gostoso, mas não faria tanta diferença substituir o kobe por filé-mignon, mais barato (Hashtags: #churrasquinho #carnemacia #saboroso #padocadaesquina)

O concorrente:  vegetariana, a versão de 15 reais do bar traz uma ciabatta recheada de abobrinha e berinjela grelhadas, mussarela de búfala,  tomate, miniagrião e crisps de alho-poró. Só a mostarda de lichia e pimenta-biquinho que era imperceptível. Para aqueles que não ligam mesmo para carne.   

Sanduweek - Brado
Sanduíche de lagosta acompanhado de fritas, opção do restaurante Brado para a segunda edição da Sanduweek (Foto: Saulo Yassuda)

 BRADO - 42 reais

O sanduíche: pão de leite recheado de lagosta com maionese aromática guarnecido de fritas

Avaliação: o adocicado pão é deliciosamente tostado com manteiga e fica crocante. No recheio, há uma profusão de cubos de lagosta imersos em um molho de maionese e ervas. Nem é tão saboroso assim, e o fruto do mar está longe do seu auge de frescor. Mas, se você amar lagosta, está valendo. O sanduba é bem difícil de ser devorado: com as mãos, o recheio vaza (uma meleca só); de garfo, se desfaz todo. O lanche não é grande -- tem cerca de 13 centímetros --, mas fome você não vai passar: sua barriga vai ficar cheia com a porção de fritas, gordinhas e com casca, que acompanha.

Conclusão:  vale, se você amar lagosta e não tiver medo de esfolar o bolso (Hashtags: #pãocrocante #muitabatata #lagosta #melequento)

O concorrente:  a versão de 15 reais oferecida no restaurante não tem guarnição, mas é maior e mais saborosa. No meio da ciabatta, vai um crocante filé de frango à milanesa. O sabor do queijo mussarela contrasta com o amarguinho da rúcula. O molho de tomate, apenas pincelado, dá um toque a mais. O melhor: dá para comer com a mão!

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Fonte: VEJA SÃO PAULO