Feriado

Bons shows ocupam a cidade no Dia da Consciência Negra

Rap no Anhangabaú, mestres do soul na Praça das Artes e Riachão no Museu Afro Brasil, entre outros, estão na programação; confira 

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Emicida
Emicida: rapper celebra Dia da Consciência Negra no Anhangabaú (Foto: Luciana Faria)

Do centro à periferia, a cidade respira cultura afro-brasileira nesta semana, quando se celebra o Dia da Consciência Negra, na quarta, 20 de novembro. É a data de morte do líder Zumbi dos Palmares, símbolo da resistência negra.

Shows gratuitos ocupam o centro. No  Vale do Anhangabaú  se apresentam os rappers Emicida e Dexter e o cantor norte-americano Keith Sweat, entre outros. Já a Praça das Artes será palco do projeto Mestres da Soul, que recebe representantes brasileiros do gênero, como Hyldon nesta quarta (20).

+ Prepare-se para o evento Mestres da Soul com mixtape especial do DJ Paulão

Atrações do festival carioca Back2Black, dedicado à música negra, também dão as caras por aqui: é o caso do rapper congolês Baloji, que se apresenta no Sesc Vila Mariana. Imperdível também são as homenagens ao compositor Itamar Assumpção, vulgo Nego Dito, no Auditório Ibirapuera e no Itaú Cultural. 

Vale aproveitar a ocasião para passear pelo Museu Afro Brasil, que abre a exposição A Mão Afro-Brasileira, recebe o sambista baiano Riachão e exibe o filme Hereros – Angola, de Sérgio Guerra, ao longo do dia. Na Avenida Paulista, a  Casa das Rosas  promove oficina de percussão e exibição do documentário Dança das Cabaças – Exu no Brasil, dirigido pelo músico Kiko Dinucci. Confira abaixo a programação completa:

  • O evento Consciência Negra em São Paulo reúne artistas de diferentes segmentos da música negra em dois palcos no Vale do Anhangabaú. O palco recebe os veteranos Arlindo Cruz e Izzy Gordon, os rappers Dexter e Emicida, a banda Aláfia e o grupo Originais do Samba. Convidado especial, o cantor norte-americano Keith Sweat também passa por lá. A entrada é gratuita. Confira abaixo a programação completa.  Dias 19 e 20/11/2013.   Terça (19), a partir das 17h Adler São Luis Embaixada do Samba Ubaldo Waru Mulheres Negras Cantam Izalu e Amanda Negra SIM Aláfia (com participação de Lurdez da Luz, Lews Barbosa, Raphão Allafin e Akins Kintê) Izzy Gordon (com participação de Tony Gordon e Nanny Soul) Baile Black Originais do Samba (com participação de Tereza Gama) Rappin Hood Arlindo Cruz convida Oswaldinho da Cuíca Quarta (20), a partir das 17h Os Danados, Menor do Chapa, Menor HM, Negra Soul, MC Pet Daleste, MC Léo da Baixada e MC Thauane Turma do Pagode Dexter Keith Sweat Emicida
    Saiba mais
  • O rapper congolês é mais uma atração do festival carioca Back2Black que conseguiu dar uma esticadinha até São Paulo. Por aqui, Baloji, que significa “bruxo”, faz show baseado em seu segundo disco, Kinshasa Succursale. A big band paulistana Bixiga 70 esquenta a noite com os temas instrumentais do álbum homônimo. Dias 20 e 21/11/2013.
    Saiba mais
  • Filha de pais nascidos na Guiné Equatorial, a cantora espanhola sensação do famenco Buika, de 42 anos, lançou seu primeiro disco, Mestizüo, em 2000. Mas passou a ficar conhecida mesmo há três anos. Foi quando duas músicas interpretadas por ela, Por el Amor de Amar e Se Me Hizo Fácil, fizeram parte do filme dirigido por Pedro Almodóvar A Pele que Habito (2011). Amparada por Ivan Mélon Lewis (piano, teclado e percussão) e Ramón Porrina (percussão e coros), ela refaz a apresentação que realizou no palco intimista do Tom Jazz no fim de 2013, quando mostrou as faixas do disco La Noche Más Larga, o mais recente. No repertório entram músicas de Billie Holiday (Don’t Explain), Fito Páez (Yo Vengo a Ofrecer Mi Corazón) e Jacques Brel (Ne Me Quitte Pas). Dia 27/9/2014.
    Saiba mais
  • No Dia da Consciência Negra, o Grupo Cupuaçu leva os batuques de influência africana à Casa das Rosas. Além disso, há oficinas e rodas de conversa. Dia 20/11/2013. Programação 10h às 10h40 - Intervenções narrativas com Coletivo Cafuzas: As narrativas de matriz africana, fortalecidas pela tradição oral, serão o ponto principal deste encontro, cuja proposta é a experimentação de diferentes formas de narração e sua relação com o público e com o espaço. 11h às 12h30 - Rodas de compartilhamento de experiências com Coletivo Cafuzas: O aprendizado conjunto e o compartilhamento de saberes e práticas relativos às culturas africanas (como técnicas tradicionais, habilidades manuais, jogos e brincadeiras, narrativas e relatos de experiência, entre outros) dão o tom da atividade, aberta a qualquer pessoa interessada. 14h30 às 15h30 - Oficina de danças brasileiras com Grupo Cupuaçu: O objetivo da oficina é reativar a memória coletiva e colocar em foco questões como comunicação, educação e identidade. Para esta oficina é indicado o uso de roupas confortáveis. 16h às 17h30 - Tambor de crioula com Grupo Cupuaçu: Manifestação tradicional presente principalmente no estado do Maranhão, representa uma resistência cultural dos negros africanos e seus descendentes em solo brasileiro. O Tambor de Crioula foi ganhando espaço e se tornou uma celebração popular festiva, praticada em diversos contextos, associando-se também aos festejos de São Benedito, santo protetor dos pretos.
    Saiba mais
  • O grupo Chama Poética faz um tributo à intéprete mineira Clara Nunes e seus cantos afro. Participam do encontro os músicos Neide Nell (voz), Liw Ferreira (violão) e André Oliveira (percussão). O ator Alexandre Mello e a curadora do evento promovem ainda leituras de poemas de Conceição Evaristo, Oliveira Silveira, Cruz e Sousa, Solano Trindade,  Luiz Gama, Éle Semog, Bertolt Brecht, Jorge de Lima, Amilcar Cabral, José Craveirinha, Agostinho Neto, Mia Couto e José Eduardo Agualusa. Dia 20/11/2013. 
    Saiba mais
  • Para homenagear o Dia da Consciência Negra, comemorado no dia 20 de novembro, o governo de São Paulo criou uma série de eventos na cidade. As Fábricas Capão Redondo, Jaçanã, São Luís e Vila Nova Cachoeirinha terão uma ampla programação relacionada à cultura Afro-Brasileira. Confira: Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha: - A partir das 10h, show "Kizomba na Primavera” na Praça João Azevedo Borges. O Projeto “Cultura Brasileira – Devoção ao Samba” leva para a comunidade diversas apresentações como a Bateria da Escola de Samba Camisa Verde e Branco, o Bloco Carnavalesco Inajar, a cantora e atriz Zezé Motta, além dos grupos Espaço Ousadia, Bezerra Caxambu e Banda e Comunidade do Samba na Feira. - 14h, Encontro com o Mestre Roxinho, especializado em Capoeira Angola. Tem por objetivo propiciar a educadores e aprendizes, uma vivência da prática de capoeira além de uma troca de experiências. Fábrica de Cultura Jardim São Luís: - 14h30, Atividade “Terra de Erê” – Contos Africanos, com Lilian Marchetti, com o intuito de transportar o espectador para o universo misterioso de uma aldeia africana. - 17h, Banda de Pífanos de Caruaru, um dos grupos de músicos instrumentistas mais tradicionais do Brasil, que mostrará toda a riqueza do folclore do sertão nordestino. - 18h30, Apresentação de Caju e Castanha, dupla brasileira de embolada, formada por irmãos naturais de Recife. Além das comemorações do dia 20, a atriz e cantora Zezé Motta realizará duas apresentações do show Negra Melodia nas Fábricas Jaçanã, no dia 19, às 19h30 e Jardim São Luís, no dia 21, às 19h30, composto por composições de Luis Melodia. Já Dona Ivone Lara, um dos principais nomes do samba e a primeira mulher a compor um samba enredo, realizará dois shows nas Fábricas de Cultura Jaçanã, dia 23 e Capão Redondo, dia 24, ambos às 16h. SERVIÇOS: Vila Nova Cachoeirinha - Rua Franklin do Amaral, 1575. Tel: (11) 2233-9270 Jardim São Luís - Rua Antônio Ramos Rosa, 651. Tel: (11) 5510-5530 Jaçanã - Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138. Tel: (11) 2249-8010 Capão Redondo - Rua Algard, 82. Tel: (11) 5822-5240
    Saiba mais
  • Morto em 2003, o cantor e compositor Itamar Assumpção ganha homenagem nesta semana. A filha, a cantora Anelis Assumpção, se junta ao conjunto Isca de Polícia para interpretar clássicos do músico, como Estropício e Dor Elegante. Zélia Duncan é convidada especial da ocasião. Dia 25/01/2015.
    Saiba mais
  • Em celebração ao Dia da Consciência Negra, o projeto Mestres da Soul ocupa a Praça das Artes com dois shows gratuitos. Com a Banda Black Rio de base, passam pelo palco ícones da soul music brasileira, entre eles Tony Tornado, Carlos Dafé e Luiz Vagner. Dias 19 e 20/11/2013. Quarta (20), 14h Banda Black Rio Gerson King Combo Di Melo Lady Zu Luis Vagner + Ouça mixtape com clássicos do soul brasileiro feita pelo DJ Paulão
    Saiba mais
  • Às 9h30 acontece a missa do Dia da Consciência Negra na Catedral da Sé. O ritual religioso será conduzido pela pastoral Afro. Dia 20/11/2014.
    Saiba mais
  • No Dia da Consciência Negra, o Museu Afro Brasil tem programação especial para o público. As comemorações começam três dias antes, dia 17, com o recital Poemas Negros, de Jorge de Lima, e a abertura da exposição Breves Notícias: Abigail Moura e Orquestra Afro-Brasileira. Na quinta (20), tem exibição de filme, contação de histórias, apresentações de música e outras atrações. Confira: Programação 10h e 13h - Grupo Vana Kembo: formado por cinco congoleses, os músicas agitam a plateia com instrumentos de percussão típicos de seu país.  10h - Lançamento do livro Do Outro Lado: registro de viagem do fotógrafo Cesar Fraga e do jornalista e historiador Maurício Barros de Castro, por nove países africanos, percorrendo os lugares de memória do tráfico de escravos para o Brasil.  11h - Show de hip-hop com a americana Toni Blackman: a artista se apresenta acompanhada pela DJ Simone Lasdenas e ainda ministra uma palestra sobre Educação, Resistência e Ativismo.  13h45 - Contação de histórias Aos Pés do Baobá - Histórias Afro-Brasileiras: uma roda de conversas sobre histórias que remetem a diversas formas de resistências e que marcam as identidades de nosso povo, revelando a presença de matrizes africanas na cultura brasileira.  14h e 16h30 - Exibição do filme Besouro: o longa conta a história de vida de Besouro Mangangá, um capoeirista brasileira da década de 1920, a quem eram atribuídos fatos heróicos e lendários.  15h15 - Brincadeiras do Congo: brincadeiras tradicionais congolesas, com canções em kikongo e lingala; depois, todos dançam e cantam ao som do djembé. 
    Saiba mais
  • Para celebrar o Dia da Consciência Negra, o museu promove na quinta (20) uma programação especial. A partir das 11h, a cantora guineana Fanta Konatê se apresenta no terraço do espaço acompanhada da Troupe Djembedon, em um espetáculo que une música e dança. Em suas composições, Fanta utiliza a fala ancestral das aldeias de Guiné e a linguagem moderna do país africano. No palco, ao lado da cantora e das bailarinas, a trupe de músicos de percussão, sopros e cordas funde o tradicional tambor africano Djembê a elementos jazzísticos. Dia 20/11/2014. Grátis.
    Saiba mais
  • Em homenagem a data, o museu organiza uma programação especial com atividades lúdico-educativas. Em Jogo da Memória e Qual Jogador Sou Eu?, o público conhece e reflete sobre a vida de atletas negros que marcaram a história do futebol brasileiro. Confira abaixo os horários. Dia 20/11/2013. Quarta (20) 14h às 15h30 - Jogo da Memória - Consciência Negra Quinta (21) 11h às 12h30 -  Qual Jogador Sou Eu? 14h às 15h30 - Mapa Mundi: a globalização do futebol e sua transformação social
    Saiba mais
  • Música eletrônica, brasileira e outras batidas para dançar durante e depois do Dia da Consciência Negra
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO