Exposição

Programa cultural e em família: obras feitas com Lego, na Oca

Aproveite o fim de semana para curtir a divertida mostra, sem pegar fila

Por: Julia Flamingo - Atualizado em

The Art of The Brick
Oitenta obras somam cerca de um milhão de pecinhas de Lego na mostra da Oca (Foto: Divulgação)

É difícil pensar em alguém que não goste de Lego. Os bloquinhos coloridos estão presentes no quarto de quase todas as crianças e fazem parte da memória saudosa dos adultos. Não é à toa que a mostra The Art of the Brick, em cartaz na Oca, tem feito tanto sucesso desde a sua inauguração, no dia 11 de agosto.

Nela, o artista americano Nathan Sawaya expõe oitenta obras de médias e grandes proporções feitas com as pecinhas coloridas - ao todo, são cerca de um milhão de bloquinhos. 

Há desde criações do próprio artista até reproduções de obras já consagradas como O Grito, do norueguês Edvard Munch, e Moça com Brinco de Pérola, de Johannes Vermeer. 

Não se preocupe com filas: a venda pela internet garante que você acesse a mostra rapidamente. E caso deixe para comprar o ingresso (R$ 20 reais) em cima da hora, a fila de espera não passa de 10 minutos.

+ Assista ao vídeo da mostra

The Art of The Brick
O Grito, do norueguês Edvard Munch, ganhou uma versão 3D (Foto: Divulgação)

Uma ótima dica é baixar o aplicativo The Art of the Brick antes de entrar na mostra (dentro do prédio, a internet é bem ruim). O programa é um áudio-guia bem completo, que explica o processo de produção de cada um dos trabalhos.

 

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO