Cidade

Márcio Elias Rosa é indicado ao mais alto posto do Ministério Público

Em pleito realizado no sábado (5), Rosa levou a melhor sobre Luiz Antonio Guimarães Marrey; decisão final é do governador Geraldo Alckmin

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Márcio Elias Rosa
Rosa: eleito procurador-geral neste sábado (5) (Foto: Rafael Arbex)

O procurador de Justiça Márcio Elias Rosa foi o mais votado na eleição para procurador-geral, o posto mais alto do Ministério Público de São Paulo. Ele recebeu 1 095 votos, contra 791 conferidos a Luiz Antonio Guimarães Marrey, que ficou em segundo lugar. Embora o resultado da votação seja favorável a Rosa, caberá ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) a nomeação do novo procurador-geral. O resultado deverá ser divulgado em até quinze dias.

 

O pleito ocorreu no sábado (5) e contou com a participação de 1 886 membros da instituição, de um colégio eleitoral de 2 007 integrantes aptos a votar. Considerado o mais alto da história da instituição, o índice de comparecimento atingiu 93,97%. 

A semana que antecedeu as eleições para procurador-geral foi recheada de debates edificantes sobre o papel do órgão na sociedade. Mas nos bastidores… “Vou dar um soco na sua cara” e “O MP virou uma baixaria” foram algumas das frases digitadas por promotores militantes em ambos os lados em um grupo fechado do Facebook, com mais de 600 membros.

Os adversários, Márcio Elias Rosa, ocupante da cadeira há dois anos, e Luiz Antonio Marrey, que já esteve no cargo em três oportunidades, oficialmente, odiaram. “Lamento que tenham partido para ofensas”, diz Rosa. “Alguns exageros passam do limite”, critica Marrey.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO