Homenagem

Pista de skate do Parque da Juventude será batizada de Chorão

Governador Geraldo Alckmin afirmou, por meio do Twitter, que dará o nome do líder do Charlie Brown Jr. ao espaço

Por: Marcus Oliveira - Atualizado em

Parque da Juventude skate
Pista de skate no Parque da Juventude será batizada com o nome do Chorão (Foto: Divulgação)

Após receber a notícia da morte de Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr., na madrugada de quarta (6), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, divulgou em seu Twitter oficial que batizará a pista de skate do Parque da Juventude com o nome do cantor.

"Reabrimos a pista de skate do Parque da Juventude, pela qual Chorão muito batalhou. Será justa homenagem dar o nome dele ao local", escreveu o governador.

+ Relembre cinco hits do Charlie Brown Jr.

Alckim lamentou o falecimento do músico e skatista por meio da rede social e desejou seus sentimentos à família, amigos e fãs de Chorão. "Com grande sensibilidade, Chorão abriu nossos olhos para a importância do skate como opção de lazer para milhares de paulistanos", publicou em outro post.

alckmin1
(Foto: Reprodução)

A assessoria de imprensa do Palácio Bandeirantes afirma que ainda não há uma data para a homenagem ou se a pista receberá uma placa ou algum símbolo que evidencie o líder do Charlie Brown.

Em nota de pesar, a produtora Time For Fun anunciou o cancelamento do show que o Charlie Brown Jr. faria no Credicard Hall, no dia 6 de abril. A empresa divulgou orientações para o reembolso dos ingressos.

+ Celebridades comentam a morte de Chorão nas redes sociais

Alexandre Magno Abrão, o Chorão, foi encontrado morto em seu apartamento no bairro de Pinheiros. Ele tinha 42 anos.

O artista estava desacordado ao ser achado por seu motorista, que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Quando a unidade de resgate chegou, ele já estava morto. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Chorão
Chorão: a causa da morte ainda é desconhecida (Foto: Roberto Setton)

Trajetória

Nascido na capital paulista, o líder do Charlie Brown Jr. mudou-se para Santos, no litoral paulista, onde montou a banda em 1992. O grupo, que teve diversas formações desde então, lançou nove álbuns de estúdio, dois CDs ao vivo, duas coletâneas e seis DVDs.

Foram 5 milhões de cópias vendidas desde que Transpiração Contínua Prolongada, o disco de estreia, chegou às prateleiras, em 1997, com algumas das músicas de maior sucesso nas rádios brasileiras: Proibida pra Mim, Tudo que Ela Gosta de Escutar e O Coro Vai Comê!. Do segundo álbum, Preço Curto... Prazo Longo, de 1999, saiu o hit Te Levar, que foi trilha de abertura da novela teen Malhação, da Globo, por oito anos.

Dois discos da banda,Tamo aí na Atividade, de 2004, e Camisa 10 (Joga Bola até na Chuva), de 2009, ganharam o Grammy Latino de melhor disco de rock. Em 2012, a banda lançou seu último registro, Música Popular Caiçara (ao vivo), que marcou o reencontro com os integrantes Marcão e Champignon, que haviam deixado o conjunto em 2005.

Quando se mudou para Santos, no final de sua adolescência, Chorão passou também a se dedicar ao skate. Disputou campeonatos brasileiros e abriu sua própria pista, batizada de Chorão Skate Park. Nos braços, tatuou frases como "Skate por toda vida" e "Marginal alado", símbolos de sua paixão pelo esporte. Ele também se aventurou no cinema: escreveu o roteiro e atuou no filme O Magnata (2007), dirigido por Johnny Araújo.

Fonte: VEJA SÃO PAULO