Aniversário de São Paulo

Pelé: 'Um dos primeiros clássicos na cidade vencemos por 7 a 6'

O ex-jogador de futebol relembra sua chegada a São Paulo

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

Pelé_rec_2149
Pelé chegou a São Paulo em 1956 (Foto: Acervo Pelé)

Pelé, ex-jogador de futebol

Chegou em: 1956

Natural de: Três Corações (MG)

“Quando fui convidado para um teste no Santos, tomei um trem em Bauru, onde minha família morava, rumo à Estação da Luz. Minha tia Maria, irmã de meu pai e a única parente que morava na cidade, me recebeu. Ela trabalhava como secretária de um médico. Fomos até a Praça Clóvis Bevilácqua, no centro, onde tomei um ônibus para a Baixada. Logo no primeiro treino, o Pelé já foi contratado, e o que veio depois disso todo mundo sabe. Como a Vila Belmiro era pequena, vínhamos jogar com frequência no Pacaembu. Nossa equipe era formada por meninos — eu mesmo tinha 15 anos — e gostávamos de campos mais espaçosos. Era como se eu estivesse jogando em casa. Um dos meus primeiros clássicos nesse estádio foi contra o Palmeiras (em 1958). Vencemos por 7 a 6, sendo dois gols do Pelé. Algumas pessoas passaram mal durante o jogo, de tão disputado. Meu primeiro apartamento por aqui ficava na Rua Bela Cintra, bem próximo à Paulista. Isso nos anos 60, auge da jovem guarda. Roberto Carlos e Wanderléa chegaram a ir lá. Depois que me separei da Assíria (em 2008), passei a morar numa cobertura na Alameda Jaú. Sou um cidadão do mundo, mas esta é a minha base no Brasil.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO