Avião

Paulista em voo da TAM relata momentos de pânico

Turbulência em viagem de Madri para São Paulo deixou pelo menos doze feridos

Por: Nataly Costa

Mulher ferida em voo
Foto de Pontes mostra uma passageira sendo atendida por médicos (Foto: Reprodução/Twitter)

Uma forte turbulência no voo 8 065 da TAM, que fazia a rota Madri - São Paulo na madrugada desta segunda (2), deixou pelo menos doze pessoas feridas e forçou o comandante a fazer um pouso de emergência em Fortaleza. Dois passageiros continuam em hospitais da capital cearense fazendo exames - um deles é uma senhora que sofreu uma fratura ao cair no chão da aeronave. O programador paulista Ricardo Pontes, de 23 anos, estava no voo. "Achei que o avião ia cair", disse ele, que atualmente mora em Campinas, a 100 km da capital. 

Pontes conta que o voo estava na metade do percurso, sobrevoando o litoral brasileiro, quando a turbulência aconteceu. "Foi do nada, não deu nem tempo de o comandante avisar ou acionar os avisos luminosos. O avião sofreu uma queda e depois embicou." O balanço da aeronave durou menos de 15 segundos, o suficiente para causar pânico geral. "As pessoas na minha frente gritavam, algumas começaram a rezar. Eu achei que o avião ia cair, mas tentei manter a calma porque estavam todos desesperados."

Ricardo Pontes
Pontes tentou manter a calma enquanto passageiros gritavam e rezavam (Foto: Reprodução/Facebook)

O programador estava com o cinto de segurança no momento e não sofreu nenhuma escoriação. Mas quem estava de pé ou mesmo sentado sem cinto não teve a mesma sorte. "Muita gente caiu e se machucou, outras foram arremessadas. Como estava nos fundos do avião, vi tudo. Uma senhora na fila do banheiro caiu por cima do braço e quebrou a clavícula." Dois bombeiros e uma médica estavam no voo e prestaram os primeiros socorros antes mesmo do desembarque. 

O incidente aconteceu por volta da 0h15, horário de Brasília. Por causa dos feridos, o comandante anunciou o pouso em Fortaleza à 1h36. Os passageiros foram encaminhados a hospitais próximos e os demais foram para um hotel. O atendimento, segundo Pontes, foi precário. "Ficamos a madrugada inteira no aeroporto. Descemos do avião às 2h e, às 7h, ainda tinha fila para pegar voucher de hotel." A empresa realocou a maioria em um voo que saiu de Fortaleza às 13h30, com chegada prevista em São Paulo para as 17h.

Avião Tam
Avião danificado após turbulência (Foto: Reprodução/Twitter)

Em nota, a TAM lamenta o ocorrido e diz que "está prestando a assistência necessária a seus passageiros e funcionários". Ao todo, a aeronave tinha 168 passageiros e 16 tripulantes a bordo. "Todos já foram liberados, com exceção de dois passageiros que permaneciam em observação no hospital para exames complementares."

Fonte: VEJA SÃO PAULO