Cidade

Novo shopping em Guarulhos tem marcas estrangeiras e hits paulistanos

Centro de compras recém-inaugurado conta com Livraria da Vila e sorveteria Bacio di Latte 

Por: Sophia Braun

maia001
Alexandre Dias: 200 milhões de reais de investimento (Foto: Fernando Moraes)

Para comprar grifes importadas como Lacoste e Tommy Hilfiger, o público mais abastado de Guarulhos tinha uma única opção (além, é claro, do DutyFree do aeroporto internacional): acelerar o carro rumo a bairros nobres de São Paulo. Na quinta (16), foi inaugurado o Parque Shopping Maia, um complexo com 30 492 metros quadrados de área bruta locável erguido a um custo estimado de 200 milhões de reais, com o objetivo de evitar essa diáspora. “Segundo nossas pesquisas, 430000 entre 1,3 milhão de habitantes da cidade pertencem às classes A e B”, afirma Alexandre Dias, diretor de varejo da General Shopping, companhia responsável pelo empreendimento.

+ Shopping Cidade São Paulo será aberto nesta semana

Do total de 176 lojas já abertas ou com início de operações previsto para os próximos meses, a lista inclui hits paulistanos do consumo (a exemplo da sorveteria Bacio diLatte e da Livraria da Vila), um cinema 4D (nos moldes do encontrado noShopping JK Iguatemi), uma academia Fórmula, a fast-fashion Forever 21 e restaurantes como o Bar do Alemão e o Out back.

A proliferação de empresas dedicadas a alugar depósitos

O principal alvo do negócio da General Shopping (dona de outros quatro endereços do tipo no município e da rede Outlet Premium) são os moradores da região em torno do bairro Jardim Maia, onde se concentra boa parte do topo da pirâmide guarulhense.

Entre os apartamentos à venda ali perto, alguns chegam a 1 milhãode reais, caso das plantas com quatro dormitórios e 154 metros quadrados do condomínio Cidade Maia. Na via mais badalada do município, a Avenida Paulo Faccini, porém, a nata do varejo inclui os calçados Arezzo e as cozinhas Todeschini, que ficam perto de locais populares, como a lanchonete Habib’s e o hipermercado Carrefour.

Fonte: VEJA SÃO PAULO