Teatro

Grupos de todo o país se apresentam na 16ª edição do Palco Giratório

Doze unidades do Sesc recebem espetáculos de teatro e dança

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

Pingos e Pigmentos
A intervenção 'Pingos e Pigmentos': abertura do Palco Giratório (Foto: Divulgação)

A partir do dia 1º, doze unidades do Sesc recebem atrações da décima sexta edição do projeto Palco Giratório, uma de mostra itinerante de trabalhos artísticos de todo o país. Depois de circular pelo Brasil, várias atrações chegam à capital paulista. Durante todo o mês de agosto, serão apresentados espetáculos de teatro e dança do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo, Bahia, Sergipe, Goiás, Pernambuco, Maranhão e Rio Grande do Sul.

+ Mais sobre teatro

Os espetáculos de rua A Pereira da Tia Miséria, dos paranaenses do Núcleo Ás de Paus e As Aventuras de Uma Viúva Alucinada, do grupo sergipano Mamulengo de Cheiroso abrem a programação no Sesc Carmo.

O Filho Eterno
Adaptação literária: Charles Fricks no monólogo dramático 'O Filho Eterno', versão do romance de Cristovão Tezza (Foto: Dalton Valerio)

Ainda será possível ver Pingos e Pigmentos, intervenção artística do coletivo baiana, e Construções Compartilhadas – um misto de intervenção, instalação e performance com diversos guarda-chuvas coloridos, no Sesc Santo Amaro. Já no Sesc Ipiranga, o destaque são as duas únicas apresentações do monólogo O Filho Eterno, da companhia carioca Atores de Laura.

O Malefício da Mariposa - Teatro
'O Malefício da Mariposa': paranaenses do Ave Lola Espaço de Criação participam do Palco Giratório (Foto: José Tezza)

No Sesc Pompeia, os paranaenses do Ave Lola Espaço de Criação apresentam O Malefício da Mariposa. Baseado no texto de Federico García-Lorca (1898-1936), a montagem apresenta as relações humanas de uma maneira inusitada: no mundo dos insetos.

Confira aqui a programação completa.

Fonte: VEJA SÃO PAULO