Mistérios da Cidade

Nomes de imigrantes japoneses em arquivos são traduzidos

Por: Edison Veiga [Camila Antunes] - Atualizado em

Fluente em japonês, a nissei Emiko Nakashima é um dos oitenta descendentes que transcreveram do kanji para o alfabeto romano 210 000 nomes de imigrantes. Eles estudaram documentos da Companhia de Emigração do Japão. O resultado, um banco de dados precioso onde se pode até mesmo saber qual foi o barco que trouxe cada família, será aberto à consulta na mostra O Japão em Cada um de Nós, que ficará no Espaço de Exposições do Banco Real (tel: 3044-5142) de 21 de maio a 18 de julho.

Fonte: VEJA SÃO PAULO