Noite

Mulheres se destacam na noite de São Paulo

Em um ambiente dominado por homens, DJs, cantoras e promoters agitam as festas paulistanas

Por: Carolina Giovanelli - Atualizado em

Lalai_2156
Lalai discoteca na Virada Cultural, no ano passado: organizadora de folias disputadas (Foto: Vitor Pavão)

A produção costuma ser caprichada: trajes estilosos, maquiagem carregada e saltos altíssimos. Nas baladas paulistanas — há muito dominadas por homens —, algumas DJs, cantoras, promoters e hostesses brilham sob as luzes estroboscópicas. “Ainda somos poucas, mas chamamos muito mais atenção”, afirma a publicitária Elaine Santos. Apelidada de Lalai, ela promove duas das festas mais agitadas da cidade, a PostiT, na boate Vegas, e a Crew, no Clube Glória. Esta última, que passou pelo programa Big Brother Brasil, da Rede Globo, no mês passado, Lalai realiza com catorze parceiros. Todos homens. “Sou tratada como dondoca”, conta ela, que calcula ter organizado mais de 300 folias. 

Divulgação
Geanine Marques_Stop Play Moon_2156
Geanine Marques, da banda Stop Play Moon: musa da moda dá canja como cantora (Foto: Divulgação)
Geanine Marques, da banda Stop Play Moon: musa da moda dá canja como cantora

Outra representante das meninas nos toca-discos é a expert em rock Marisa Oliveira, conhecida como Miss Má. “Levo várias cantadas”, diz. Cerca de três vezes por mês, é convidada a discotecar no Studio SP, na Consolação. Com a jornalista Flávia Durante, Miss Má criou a balada dedicada às garotas Make Me Up, que rola mensalmente no Alley Club, na Barra Funda. Até as 2 horas da manhã, as frequentadoras podem aproveitar manicure, maquiador e cabeleireiro de graça. 

Vladimir Fernandes
Polainas_2156
Adriana Recchi, Ana Flávia e Marina Dias, do De Polainas: os marmanjos se derretem (Foto: Vladimir Fernandes)
Adriana Recchi, Ana Flávia e Marina Dias, do De Polainas: os marmanjos se derretem

Batizada de De Polainas, a panelinha formada por oito modernas DJs, hostesses e promoters faz o queixo de alguns marmanjos ir ao chão quando toma conta das pistas. Entre as garotas está Glaucia ++, com dez anos de experiência nos pick-ups, e a hostess Adriana Recchi, que seleciona quem entra em disputadas casas noturnas desde 1994. Antenadíssimas com o mundo da moda, Ana Flávia, Ângela Rage, Marina Dias, Nádia Edamatsu, Vic Flaksbaum e sua filha Vivi, de 17 anos, completam o grupo. “Reunidas, nos tornamos magnéticas”, acredita Ana. Também vinda do universo fashion, a modelo e cantora Geanine Marques anima clubes movimentados — como Clash e Vegas — junto de sua banda de rock e eletrônico Stop Play Moon. Com 37 anos, 1,80 metro de altura e exíguos 53 quilos, a musa do estilista Alexandre Herchcovitch faz os shows escoltada pelo tecladista Paulo Bega e pelo baterista Ricardo Athayde. “Se fôssemos três homens, não faríamos o mesmo sucesso”, diz Bega.

Fonte: VEJA SÃO PAULO