Exposições

Parte da mostra 'Castelo Rá-Tim-Bum' será reaberta e terá itens leiloados

A sala da cobra Celeste e o Quarto do Nino poderão ser visitados gratuitamente. Leilão está marcado para 22 de fevereiro

Por: Laura Ming - Atualizado em

Castelo Rá-Tim-Bum 11
Árvore com cobra Celeste poderá ser visitada até 14 de abril (Foto: Lucas Lima)

A exposição Castelo Rá-Tim-Bum foi encerrada no último domingo (25) cheia de números superlativos. Nos sete meses em que ficou em cartaz, a mostra levou cerca de 410 000 pessoas ao MIS, o que rendeu ao museu um faturamento de 2,5 milhões de reais.

Para efeito de comparação, as exposições mais visitadas até então no local, dedicadas ao cantor David Bowie e ao cineasta  Stanley Kubrick, tiveram público de 80 000 visitantes cada uma.

+Saiba como será a megaexposição de Marina Abramovic em São Paulo

+Confira as melhores exposições programadas para 2015

Nesta terça (27), o MIS anunciou boas novidades para os fãs da série da TV Cultura. A sala com a árvore da cobra Celeste e o Quarto do Nino serão mantidos no centro cultural e poderão ser visitados gratuitamente de 11 de fevereiro a 14 de abril. Será uma versão reduzida da concorrida exposição.

Castelo Rá-Tim-Bum 9
Espaço foi mantido e terá entrada gratuita (Foto: Lucas Lima)

Além disso, no dia 22 de fevereiro, algumas peças da cenografia serão leiloadas. Não foram definidos, no entanto, todos os itens que serão postos à venda. Por enquanto, a lista inclui o globo terrestre dourado da Biblioteca, a licoreira e o balde de gelo do Quarto da Morgana, as chaleiras de cobre, os pinguins de geladeira e os potes de mantimentos da Cozinha, foguetes e robôs da Sala de Música e objetos do Laboratório do Tíbio e Perônio e da Oficina Doutor Victor.

Os lances iniciais terão valor simbólico e o evento deve acontecer no quintal do MIS.

Fonte: VEJA SÃO PAULO