Memória

Renato Lotufo morre aos 58 anos

Ex-fisiologista da seleção brasileira e do Corinthians lutava contra uma doença degenerativa

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Renato Lotufo
Lotufo trabalhou com o técnico Vanderlei Luxemburgo na seleção brasileira entre 1998 e 2000 (Foto: Luiz Carlos Murauskas/Folhapress)

O ex-fisiologista da seleção brasileira e do Corinthians, Renato Lotufo, morreu em São Paulo nessa terça-feira (27). Ele estava com 58 anos e lutava contra uma doença degenerativa desde 2007, quando deixou de trabalhar com o futebol.

+ O melhor de São Paulo e outras cidades-sede na Copa

+ Confira também a versão em inglês

Lotufo tinha afasia progressiva primária (APP), uma doença que provoca a deterioração lenta e progressiva da linguagem associada com a atrofia cerebral.

Ao lado do técnico Vanderlei Luxemburgo, Lotufo esteve na seleção brasileira entre 1998 e 2000. No Corinthians, começou a trabalhar em 1993, seguindo no clube até 2007. Ele deixa a esposa e três filhos.

Após a confirmação da morte, a Confederação Brasileira de Futebol divulgou uma nota: “A CBF, os integrantes da comissão técnica e os jogadores - reunidos na Granja Comary - lamentam a perda de Renato Lotufo”.

Em seu site oficial, o Corinthians também prestou uma homenagem para o fisiologista, destacando as conquistas do médico no clube: “Obrigado, Renato Lotufo! Você estará eternamente dentro dos nossos corações”.

Fonte: VEJA SÃO PAULO