Esportes

O boxeador Muhammad Ali morre aos 74 anos

O lendário ex-campeão mundial lutava contra o Mal de Parkinson há 32 anos

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Muhammad Ali
Muhammad Ali: no ringue, foram 57 vitórias, sendo 37 delas por nocaute (Foto: Divulgação)

Faleceu na noite de ontem (3), em Phoenix, Arizona, o lendário boxeador Muhammad Ali, aos 74 anos. Ex-campeão mundial dos pesos-pesados e um dos esportistas mais famosos do mundo estava hospitalizado desde quinta (2), com problemas respiratórios.

+ O que acontece de verdade depois de um reality show

A notícia foi dada pelo porta-voz da família Bob Gunnell. “Após 32 anos de luta contra o Mal de Parkinson, Muhammad Ali morreu aos 74 anos. A família Ali gostaria de agradecer a todos por seus pensamentos, orações e pede privacidade neste momento", diz um comunicado.

O funeral será realizado na cidade natal do boxeador, Louisville, Kentucky, em data ainda não definida.

Ali lutava contra a doença de Parkinson há 32 anos e também havia desenvolvido um quadro respiratório, o que o levou a ser internado no fim de 2014. Suas aparições públicas eram cada vez mais raras.

+ Motorista agora pode escolher a placa do carro

Cassius Marcellus Clay, como fora batizado, foi o primeiro boxeador a ganhar o mundial dos pesados três vezes. No ringue, foram 57 vitórias, sendo 37 delas por nocaute, e 5 derrotas.

Seu currículo estrelado também inclui uma medalha de ouro no boxe na Olimpíada de Roma, em 1960.

A carreira de Ali acabou com as derrotas para Larry Holmes em 1980 e Trevor Berbick em 1981. Muitos disseram que ele deveria ter se aposentado antes de começar a perder.

Além da fama pela habilidade dentro dos ringues, ele ficou conhecido por seu ativismo na área de direitos civis e pela poesia que escrevia.

Fonte: VEJA SÃO PAULO