Tragédia

Médico atira em colega e depois se suicida

Jorel Bottene disparou quatro vezes contra o também médico Deives Dias de Oliveira 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

medicosdisparos
Samu de Piracicaba, onde ocorreu o crime (Foto: Reprodução)

Um médico foi morto por um colega na manhã desta terça (24), em Piracicaba, interior do estado de São Paulo. O crime ocorreu por volta das 11 horas dentro da central do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Após balear com quatro tiros o médico Deives Dias de Oliveira, de 40 anos, coordenador da Central de Vagas do Sistema Único de Saúde (SUS) da cidade, o também médico Jorel Bottene, de 52 anos, atirou contra o próprio peito.

jorel
O médico Jorel Bottene: disparos contra colega e suicídio (Foto: Reprodução)

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, Bottene atuava na rede municipal de Saúde desde 1998. Era casado e tinha uma filha de 8 anos. Já Oliveira trabalhava na rede municipal desde 2004. Também era casado e tinha um filho de 6 anos. Em nota, a pasta da Saúde lamentou o ocorrido e afirmou que presta assistência às famílias. “A Secretaria Municipal da Saúde presta todo apoio à polícia para que os fatos sejam apurados.

O corpo de Oliveira será velado no Salão Nobre da Câmara Municipal e o sepultamento está marcado para as 10h desta quarta (25) no Cemitério Parque da Ressurreição. Já Bottene será velado na Sala A do Cemitério Parque da Ressurreição e o enterro está agendado para as 8h desta quarta-feira, no mesmo local.

Fonte: VEJA SÃO PAULO