Fim de ano

Manual para evitar (ou curar) a ressaca

Para quem pretende curtir ao máximo as festas de fim de ano, confira dicas para não acordar com mal-estar no dia seguinte

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Antiacido - ressaca
Tomar comprimidos efervescentes não ajuda a curar a ressaca (Foto: Divulgação)

Seja lá qual for a festa ou ocasião, o ideal, sempre, é maneirar no consumo de drinques. Além de não ser nada saudável "enfiar o pé na jaca", o excesso de álcool pode levar a pessoa a se colocar em situações de risco ou provocar acidentes.

Não há segredos: a receita para se divertir sem ter problemas, dar vexame ou acordar com uma ressaca daquelas é moderação. Comer bem antes de começar a beber e alternar o álcool com copos d'água são essenciais para não passar mal. Já tomar comprimidos efervescentes ou trocar as marcas nacionais pelas importadas não ajudam em nada, dizem especialistas (leia mais abaixo).

Além de uma lista de mitos e verdades como essas, preparamos um guia com sucos funcionais e comidas leves para quem abusou da bebida.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO