Cidade

Manifestação contra Alckim acaba em violência

Treze pessoas foram detidas e grupos picharam muros, bancos e ônibus. Movimento também apoia as manifestações que acontecem no Rio de Janeiro

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

A manifestação de quinta (1), contra o governador paulista Geraldo Alckmin, acabou mais uma vez em confusão. Treze pessoas foram detidas e muros, fachadas de bancos e ônibus foram depredados. Todos manifestantes levados para o 78º DP foram soltos até a manhã desta sexta (2).

Aproximadamente 500 pessoas participaram do protesto que teve início em frente à Prefeitura de São Paulo, no final da tarde de ontem, em apoio às manifestações que ocorrem simultaneamente no Rio de Janeiro.

+ Confira a nossa cobertura

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO