Igreja

Madre Teresa finalmente vira santa neste domingo (4)

A cerimônia de canonização acontece neste domingo e será feita pelo papa Francisco

Por: Estadão Conteúdo

reliquia de Madre Teresa
O santinho da “mãe dos pobres”: reza para a recuperação do paciente (Foto: Francisco Surian)

O Vaticano se prepara para canonizar Madre Teresa neste domingo (4). Os 100 000 ingressos já foram distribuídos para a cerimônia, que deve também ser acompanhada nas ruas principais no entorno da Praça de São Pedro. Até agora, 15 delegações oficiais confirmaram presença no ato, 13 delas lideradas por chefes de Estado ou governo, além de 600 jornalistas.

+A cura de um brasileiro que garantiu a canonização de Madre TeresaMarcílio Haddad Andrino, o brasileiro cuja cura "milagrosa" de uma infecção cerebral abriu caminho para a canonização, disse em entrevista coletiva no Vaticano na sexta-feira que é apenas um exemplo da misericórdia e do amor de Deus. Andrino afirmou que não se sente especialmente escolhido. "O Deus misericordioso olha para todos nós sem distinção", disse. "Talvez tenha sido eu dessa vez, mas amanhã talvez seja outro. A madre misericordiosa olha para todos. Eu não me sinto especial."O papa Francisco decretou em dezembro que a cura de Andrino foi um milagre, após médicos e teólogos do Vaticano determinarem que ela havia sido inexplicável do ponto de vista médico, instantânea e duradoura. Com isso, abriu-se o caminho para o último passo para canonizar a freira, que dedicou a vida ao cuidado com os mais pobres.A mulher de Andrino, Fernanda Nascimento Rocha, lembrou que ela e a família rezaram fervorosamente para a intercessão da Madre Teresa após receberem um relicário da freira em 5 de setembro de 2008, quando Andrino sofria os efeitos de uma infecção viral no cérebro. Até dezembro daquele ano, mesmo com antibióticos poderosos, o quadro piorou. Os médicos decidiram que a única chance era operá-lo, mas no dia da cirurgia não conseguiram entubar o paciente para fazer a operação.

Fernanda disse que nesse dia rezou muito e pediu a Madre Teresa para curá-lo "se esta fosse a vontade de Deus". Quando o médico retornou ao quarto do paciente, ele estava acordado, sem dor nem sintomas. Seis meses depois, estava de volta ao trabalho. Pouco depois, o casal teve o primeiro de seus dois filhos, mesmo após os médicos informarem que os poderosos medicamentos que havia tomado teriam deixado o homem infértil. Ele diz que seus dois filhos são "a extensão daquele milagre".

Fonte: Associated Press.

Fonte: VEJA SÃO PAULO