Criminalidade

Libanês preso em São Paulo tem ligação com grupos extremistas, diz PM

Ele foi preso por falsidade nesta quinta-feira (28), em Caieiras; policiais apontam ligações com Hezbollah

Por: Veja São Paulo

libanes preso em são paulo
Pertences de Fadi Hassan Nabha  (Foto: Polícia Militar / Divulgação)

O libanês Fadi Hassan Nabha, de 42 anos, foi preso na noite desta quinta-feira (28) em Caieiras, na região metropolitana de São Paulo, por falsidade ideológica. Segundo a Polícia Militar, Nabha tem ligação com grupos extremistas. O Ministério da Justiça havia expedido um pedido de expulsão do território nacional em seu nome.

+ Novas regras vão facilitar obtenção de dupla cidadania

Após a prisão, ele foi levado à Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo para prestar esclarecimentos. Segundo a PF, ainda não há inquérito instaurado.

+ Gasto de água aumenta em bairros nobres

Segundo o sargento da PM Geraldo França de Castro, que liderou a prisão, existe a possibilidade de que Nabha faça parte de grupos extremistas. “Verificamos no Facebook dele um vasto material ligado ao Hezbollah e outros grupos”, disse. Ainda, segundo o sargento, Nabha tem conhecimento de armamentos e materiais explosivos. "Não encontramos nada que indique algum tipo de plano de atentado", complementa. 

+ Confira as últimas notícias

O acusado já havia sido preso em 2003 devido a ligações com o tráfico internacional de drogas, e, segundo a PM, não foram encontradas drogas em sua casa. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO