Mistérios da Cidade

Lei Antifumo: um ano sem fumaça

O Instituto do Coração mediu a quantidade de monóxido de carbono e comprovou a redução deste poluente em alguns estabelecimentos da cidade

Por: Marcelo Moura [com reportagem de Maria Paola De Salvo] - Atualizado em

No próximo sábado (7), a Lei Antifumo completa um ano com motivos para comemorar. O Instituto do Coração mediu a quantidade de monóxido de carbono (CO) em 585 estabelecimentos da cidade e em 627 funcionários (fumantes ou não) de bares, restaurantes e casas noturnas. Em todos os casos, houve redução desse poluente, que está relacionado a doenças cardiovasculares. Veja as principais conquistas da lei:

■ A concentração de monóxido de carbono caiu 73% em bares e casas noturnas. Nos restaurantes, a redução foi de 67%.

■ Os trabalhadores das baladas foram os mais beneficiados. Passaram a respirar um ar com 52% menos CO.

■ As 89 565 fiscalizações renderam 384 multas (de 821 reais cada uma) aos estabelecimentos da cidade. A adesão foi de 99,57%.

Confira a lista das principais casas multadas:

1. Valentina Caram Imóveis

2. Genésio Bar

3. Bar Des Arts

4. Botequim Bar & Grill

5. Shopping Paulista

6. Bar Tiro Liro

7. Bar Dedo de Moça

8. Restaurante Le Vin

9. Kazebre Rock Bar

10. Hipermercado Extra Jaguaré

11. Nação Tan Tan

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO