Comidinhas

Keb: comida árabe na Rua Augusta

Sanduíches de pão pita, quitutes árabes e sobremesas fazem bonito no novo restaurante

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

comidinhas-keb-2168
Porção de faláfel: bolinhos de grão-de-bico (Foto: Fernando Moraes)

Antes de o MisterGyros abrir sua loja, cinco anos atrás, o kebab era mais conhecido como o popular churrasquinho grego vendido no centro da cidade por cerca de 1 real. Depois disso, esse grelhado típico do Oriente Médio deu um salto de qualidade. Surgiram bons endereços especializados, entre eles o Kebab Salonu, no Baixo Augusta, e o Al Kebab, na Vila Madalena. Do mesmo padrão é o agradável Keb, inaugurado em janeiro. De fachada pouco chamativa, a casa prepara lanches em pão pita finíssimo e levemente crocante logo após assá-lo sobre o saj, uma chapa metálica importada do Líbano. Também desse país veio o competente chef Benon Chamilian, responsável por algumas criações do cardápio.

Não dispense as torradas de zátar servidas de cortesia nem resista à porção de faláfel (R$ 9,50), composta de dez bolinhos fritos de grão-de-bico, que fazem o papel de entrada. Atração do menu, os kebabs aparecem em treze versões, cinco delas vegetarianas. O saboroso istambul (R$ 15,90) traz cordeiro fatiado envolto em pão, alface, tomate, cebola e hortelã. Na versão indiana de peito de frango (R$ 13,10), há um marcante toque de curry e a adição de cogumelo-de-paris, alface, rúcula e coalhada seca. As sobremesas merecem atenção. Dispense os kebabs doces e concentre-se no malabie (R$ 8,90), um manjar branco aromatizado por água de flor de laranjeira, coberto de calda de damasco e salpicado de pistache. Outra pedida, a torta de chocolate (R$ 8,70) chega assentada numa casquinha de bolacha e regada de espessa calda de morango.

Fonte: VEJA SÃO PAULO