Fora do ponto

Julice Boulangère tem problemas recorrentes no atendimento

Atrapalhado, o garçom se esqueceu de trazer os pratos, os talheres e os guardanapos

Por: Helena Galante - Atualizado em

Julice Boulangère - Fora do Ponto 2266
Clima agradável da varanda contrasta com descuidos no atendimento (Foto: Mario Rodrigues)

Embora o ambiente charmoso da Julice Boulangère sugira aos clientes que ali é um lugar para fazer uma pausa agradável, não raro ocorrem problemas no atendimento. Foi o que notei mais uma vez no sábado, 7 de abril, quando visitei a casa. Depois de certo esforço para chamar a atenção do garçom, escolhi um combinado de café da manhã.

+ Deliciosos sanduíches incrementam os cardápios paulistanos

Atrapalhado, ele se esqueceu de trazer os pratos, os talheres e os guardanapos. O sanduíche do meu acompanhante, um misto-quente no croissant, chegou com o queijo frio. Outro descuido: o atendente não anotou nosso consumo na comanda. Antes de pagar a conta no caixa, foi preciso repetir quais tinham sido os itens pedidos. Felizmente, a qualidade dos pães continua excepcional. Em casa, foi uma delícia comer a baguete e o pão de linguiça no vinho.

Fonte: VEJA SÃO PAULO