GENTE

Jim Carey é acusado de comprar drogas que mataram ex-namorada, diz site

Processo movido contra o ator diz que Cathriona White morreu após ingerir uma combinação de remédios registrados em nome de Arthur King, suposto pseudônimo de Carrey

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Jim Carrey
O ator Jim Carrey (Foto: Reprodução)

O ator Jim Carrey está sendo acusado de ter facilitando a morte de sua ex-namorada, Cathriona White, por overdose em setembro do ano passado, informou o site americano TMZ. Carrey está sendo processado pelo ex-marido de Cathriona (ela era legalmente casada na época em que namorava o ator), que acusa o de ter comprado os remédios que provocaram sua morte.

+ José de Abreu deve prestar depoimento na CPI da Lei Rouanet

De acordo com a publicação, Cathriona morreu após ingerir uma combinação de fármacos, cujos frascos teriam sido registrados em nome de Arthur King, um suposto pseudônimo do ator. O processo afirma que drogas teriam sido dadas a ela três ou quatro dias antes da morte, no dia 29 de setembro.

A ação alega ainda que Carey teria tentado forjar evidências após a morte da maquiadora. Na Califórnia, comprar remédios em nome de terceiros é crime previsto por lei, lembrou o site.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO