Haddad veta projeto de lei que isenta motoristas da multa de rodízio

Decisão foi pulicada neste sábado (8) no Diário Oficial

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Avenida 23 de Maio - congestionamento - capa 2211
Veículos na Avenida 23 de Maio: multa continua valendo para quem desrespeitar o rodízio (Foto: Mario Rodrigues)

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, vetou o projeto de lei que isenta de multa motoristas que tenham cometido infração do rodízio municipal de veículos nos últimos doze meses. A decisão foi publicada na edição deste sábado (8) do Diário Oficial.

De autoria dos vereadores Mário Covas Neto, Aurélio Nomura, Coronel Telhada, Claudinho de Souza, Eduardo Tuma, Floriano Pesaro, Gilson Barreto, Patrícia Bezerra e Ricargo Young, o projeto justifica que a infração de motoristas muitas vezes está diretamente ligada aos longos congestionamentos existentes na cidade.

No entanto, em seu texto de veto (leia a íntegra aqui), Haddad alega que a medida não pode ser convertida em lei porque “disciplina questão relativa a trânsito e transporte de forma diversa daquela existente na legislação federal”.

O projeto de lei volta, então, à Câmara, onde será reexaminado.

Fonte: VEJA SÃO PAULO