TECNOLOGIA

Hackers atacam página da Odebrecht na internet

Ativistas substituíram o site da empresa por uma mensagem pedindo que construtora "pare de roubar"

Por: Estadão Conteúdo

Odebrechet
Hacker atacaram a página da Odebrecht na internet (Foto: Reprodução)

A página oficial da construtora Odebrecht na internet foi invadida durante a madrugada desta quinta-feira (10) por um grupo de hackers brasileiros.

Os ativistas substituíram o site da empresa por uma mensagem em que dizem que "nada foi roubado ou deletado", e ainda pedem que representantes da Odebrecht "parem de roubar", em um texto abaixo de uma imagem que traz a insígnia da Polícia Federal e referências à Operação Lava Jato.

+ Ex-jogador Edilson é alvo de investigação da Polícia Federal

O ataque é reivindicado na mensagem pelo grupo hacker ProtoWave, que inclusive deixou disponíveis suas páginas em redes sociais.

Em sua página no Facebook, o grupo assume que invadiu a página e ainda demonstra apoio à atuação da Polícia Federal. "Odebrecht, principal empresa ligada ao esquema de corrupção da Petrobras, foi invadida por nós", diz a mensagem do grupo. "Salve Polícia Federal, tamo junto seus vacilões!".

+ Operação Lava-Jato: quem são e quanto cobram os defensores dos investigados

De acordo com a assinatura que o ProtoWave deixou na página invadida, ao menos doze pessoas devem fazer parte do grupo. Não está claro se mais de uma pessoa participou efetivamente do ataque ou se o site foi invadido apenas por um hacker, que assina como "Kryptonet".

+ Confira as últimas notícias

A empresa informou que o endereço foi retirado imediatamente do ar, quando detectada a invasão, "para realizar os devidos ajustes", e que os demais sites institucionais da Organização Odebrecht, e seus sistemas corporativos "estão funcionando normalmente de forma segura".  A Odebrecht repudiou ainda "ações violentas e criminosas como essa e tomará as medidas cabíveis". 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO