Cidade

Greves e protestos devem movimentar a cidade quinta (15)

Funcionários da CPTM adiam paralisação, mas protestos contra a Copa e do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto estão confirmados

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

A próxima quinta-feira (15) promete ser um dia agitado para os paulistanos. Protestos em vários pontos da cidade estão agendados para esse dia.

Movimentos populares invadem sedes de construtoras em São Paulo

A começar pela manifestação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), que deve acontecer pela manhã. Ela seguirá a linha do protesto realizado na última quinta (8), que reuniu manifestantes em diversos pontos da cidade, além de realizar invasões-relâmpago nas sedes das construtoras OAS, Odebrecht e Andrade Gutierrez.

+ Sexto protesto contra a Copa do Mundo reuniu 500 pessoas e percorreu 10 km

Pelo Facebook, o MTST prometeu bloquear “pelo menos seis grandes avenidas da cidade, nas zonas Sul, Leste e Centro”. Entre as reivindicações da organização, estão mudanças no programa Minha Casa, Minha Vida e a prevenção de despejos forçados.

Protesto de motoristas de ônibus bloqueia avenidas da Zona Sul

Os funcionários da Companhia Paulista de Trens e Metropolitanos (CPTM), por sua vez, adiaram a paralisação programada para esta quinta. Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (14), a categoria resolveu deixar a decisão para a próxima segunda-feira (19), após nossa reunião com os representantes da empresa. 

Protestos contra a realização da Copa do Mundo estão marcados para amanhã na Avenida Paulista. A reunião organizada pelo Comitê Popular da Copa 2014 começa na Praça do Ciclista, às 17h. Com o lema “Copa sem povo, tô na rua de novo”, o evento da manifestação no Facebook tem 3 700 confirmados. Às 18h, juntam-se a eles integrantes do grupo Se Não Tiver Direitos, Não Vai Ter Copa. Dessa vez, o ato manifesta apoio aos sem-teto e foi nomeado “Se Não Tiver Moradia, Não Vai Ter Copa”.

Fonte: VEJA SÃO PAULO