Show

Foster The People dá amostra do Lollapalooza com seu indie dançante

Banda californiana fez nesta quinta (5) a primeira das Lollaparties, no Cine Joia; eles tocam no festival neste domingo (8)

Por: Catarina Cicarelli - Atualizado em

Foster The People
Animação no Cine Joia: Mark Foster até se jogou na plateia (Foto: Divulgação)

Às 23h20 começaram as primeiras reclamações. A casa, até pouco tempo vazia, começou a encher de jovens inquietos à espera da banda californiana Foster The People, a primeira atração das Lollaparties — festas que fazem uma espécie de "esquenta" para o Lollapalooza, que ocorre no no sábado (7) e domingo (8), no Jockey Club.

+ Lollapalooza: tudo sobre o festival

+ Atrações que também tocam fora do Lollapalooza

+ Cine Joia engrossa lista de casas indie

Dez minutos depois, enquanto alguns já desistiam de esperar em pé e sentavam no chão, começaram os primeiros rumores. Ao todo, a demora foi de 55 minutos e o público que lotou o Cine Joia nesta quinta (5) se mostrou claramente insatisfeito com o atraso do grupo, com direito até a vaias mais incisivas. Mas bastou que o grupo liderado por Mark Foster subisse ao palco para que as reclamações dessem lugar a gritos histéricos já na primeira música, "Houdini".

Inaugurado em novembro do ano passado, o Cine Joia vinha recebendo reclamações desde sua abertura com relação à qualidade do som e ao calor, que aumenta muito durante as apresentações. Após passar por uma reforma, o equipamento sonoro agora parece estar afinado, o que garantiu um bom show, mas a temperatura permanece alta. Nesse clima quente, a festa pegou fogo com os hits do primeiro e até agora único álbum da banda, "Torches", que foi lançado em maio do ano passado.

Em 2010, o grupo estourou com "Helena Beat" na internet e desde então emplacou singles como "Pumped Up Kicks" e "Call It What You Want". Apesar da carreira recente, os californianos mostraram já ter fãs devotos. O público que lotou a casa acompanhava todas as músicas de cor e bastava que ouvisse as primeiras batidas de cada faixa para que as reconhecesse.

Sem medo de manter contato com os fãs — em especial a parcela feminina, que se aglomerou na beirada do palco — Foster por diversas vezes se colocou próximo à plateia e se deixou ser apalpado por mãos afoitas. As investidas pareceram uma espécie de ensaio para o "gran finale", quando em meio a "Pumped Up Kicks", que encerrou o show, ele se jogou no público e foi praticamente engolido, sendo necessária a ajuda de seguranças para que ele conseguisse voltar ao palco. A brincadeira do líder deu uma nova injeção de adrenalina no público, que presenciou uma espécie de anticlímax ao final da empolgante "Helena Beat". Ao deixar o palco para o "bis", o Foster The People voltou com a lentinha "Ruby" e os ânimos abaixaram.

Com uma hora e vinte minutos de duração, o show deu uma amostra do que o público paulistano vai ver durante o Lollapalooza, que ainda tem ingressos disponíveis para o domingo (8), quando o Foster The People se apresenta em show que deve ser diferente ao do Cine Joia, devidas as proporções do festival. Com apresentação marcada para as 19h, a banda divide atenções com o DJ Skrillex, que toca no mesmo horário no Palco do Perry.

+ A invasão do dubstep

Sem medo de encarar o garoto, que é responsável pela febre do dubstep, os californianos mostraram nos últimos minutos do show no Cine Joia que também flertam com o gênero de música eletrônica e inseriu batidas de dubstep ao finalizar "Pumped Up Kicks".

Nesta sexta (6), o Foster The People faz mais uma aparição na cidade, com seus integrantes apresentando um DJ set no Club Yacht.

Fonte: VEJA SÃO PAULO