Paulistanas Nota Dez

Banco de Lenços ajuda mulheres que enfrentam quimioterapia

No Hospital Santa Paula, Flávia Flores e Paula Gallo coordenam projeto que já ajudou mais de 1 000 pacientes

Por: Pedro Henrique Tavares

Em outubro de 2012, a ex-modelo FláviaFlores recebeu a notícia de que haviadesenvolvido um câncer de mama. Oque seria motivo de tristeza, no entanto,transformou-se em desafio para não deixarbaixar a autoestima. “Após enfrentar as primeirassessões de quimioterapia, comecei abuscar formas para me manter bonita”, relembra.Sua estratégia foi criar uma páginano Facebook e oferecer dicas de beleza a outraspacientes em situação semelhante.

+ Edson e Adriano Camargo administram escola de surfe para crianças

A iniciativachamou a atenção da economista PaulaGallo, diretora de marketing do HospitalSanta Paula, na Vila Olímpia, que a procuroupara propor uma parceria. Assim, no fim doano passado, as duas fundaram o Banco deLenços, com o objetivo de arrecadar e distribuiras peças a mulheres que perdem o cabelodurante o tratamento contra a doença. “Ainspiração veio de uma ação parecida, masenvolvendo perucas”, explica Flávia. Emmenos de um ano, o projeto recebeu mais de4 000 doações. Cerca de 1 000 itens, a maioriade segunda mão, foram passados adianteapós ser higienizados e esterilizados. “Enviamoslenços até para fora do Brasil, parapaíses como Portugal e Espanha”, diz Paula.

+ Empresária implanta bibliotecas comunitárias que reúnem acervo de 20 000 livros na capital

Para receber o acessório, é precisopreencher um cadastro no site da organização.Caso a interessada se sinta à vontade, tambémpode compartilhar sua história pessoal.“Escolhemos até a cor do lenço que vamosentregar, de acordo com a personalidade decada paciente”, afirma Flávia. Feito o pedido,o artigo é enviado pelo correio. O principalponto de coleta de doações é o Institutode Oncologia do Hospital Santa Paula, mashá parceiros que colaboram na arrecadaçãodas peças, como a escola de inglês CNA, alavanderia Lavebras, o instituto CIEE e aagência de viagens LeBlog. 

+ Analista financeiro cria multa educativa para motoristas que estacionam em vagas para deficientes

A própria Fláviaàs vezes dá “expediente” no centro de saúde,como conselheira das mulheres em tratamentono local. “Costumo ficar ali ensinando-as a fazer diversos tipos de nó nos lenços”,explica. “O momento de enfrentar umcâncer é muito complicado e triste. Meu objetivoé devolver a alegria e a vontade de viveràs pacientes”, completa.

Banco de Lenços. Instituto de Oncologia do Hospital Santa Paula - Avenida Santo Amaro, 2382, Vila Olímpia, 3040-8000. www.bancodelencos.com.br

Fonte: VEJA SÃO PAULO