Passeios

Guia das feiras de artesanato

Onde comprar móveis e roupas antigos e peças de decoração diretamente do artista

Por: Mariana Bernun - Atualizado em

Feira do Masp
Feira do Vão Livre do Masp: todos os domingos das 10h às 17h com variadas opções de antiguidades (Foto: Divulgação)

As feiras de artesanato de São Paulo são ótimas opções de passeio, compras e agenda cultural. Nesses locais, o visitante não encontra apenas artes plásticas, mas também música, apresentações folclóricas e comidas típicas.

Uma das mais famosas, a Feira de Artes, Cultura e Lazer da Praça Benedito Calixto acontece todo sábado, das 9h às 19h, em Pinheiros. A feira _que completará 23 anos em 29 de novembro, é mantida pela Associação dos Amigos da Praça Benedito Calixto. Ali, além dos produtos antigos e artesanais à venda, há programação focada em três vertentes: o chorinho, que acontece das 14h30 às 18h30; o Museu da Voz, quando celebridades fazem apresentações musicais; e o Autor na Praça, que promove o estreitamento entre o escritor e o leitor, com espaço para autores anônimos.

Outra feira de destaque na cidade é a da Praça da Kantuta, também conhecida como a Feira dos Bolivianos. Montada no Pari há sete anos, sempre aos domingos, a feira apresenta um panorama das tradições da comunidade boliviana no Brasil com temperos, bebidas feitas de milho, diversos tipos de batatas, além de instrumentos musicais e artesanatos com roupas, sapatos e bolsas. Kantuta é o nome da flor considerada símbolo nacional dos bolivianos e batiza a praça onde acontece a feira desde setembro de 2004, um ano e sete meses após a inauguração oficial do evento, em 28 fevereiro, de 2003.

Domingo também é o dia da Feira do Vão Livre do Masp. Entre os produtos comercializados, destacam-se as antiguidades como máquinas fotográficas, canetas, artefatos de guerra, moedas, livros sobre arte e imagens sacras. Com cem expositores, o local recebe cerca de 5 000 pessoas por edição.

Também marcam presença em São Paulo a Feira da Liberdade, aos domingos, das 10h às 18h; a Feira de Arte da República, considerada a segunda maior da cidade, aos sábados e domingos, das 9h às 18h; e a Feira de Moema, toda quarta, sexta e domingo, das 9h às 17h.

No bairro da Liberdade, o visitante pode encontrar do famoso yakissoba ao artesanato feito com bambus, como luminárias japonesas e objetos de decoração. Na República o forte são os artigos de couro, os artesanatos com metais, esculturas e bijuterias. A Feira de Moema reúne artesanatos como bonecas de pano e artigos de decoração.

Fonte: VEJA SÃO PAULO